Estacionar no Centro custará mais caro e a FAS receberá menos

A Zona Azul nasceu com duas finalidades: Democratizar o acesso a vagas de estacionamento no Centro de Caxias e ser uma fonte de receita a Fundação de Assistência Social, FAS. Acontece que nos últimos anos a prefeitura está mais interessada nos lucros da empresa que opera o serviço do que nas pessoas mais necessitadas.

Só isso explica a vitória da licitação pela Rek Parking na licitação para a operação do sistema. A proposta ganhadora reduz de 36% para 26%. Ainda haverá aumento do valor por hora que passará a custar R$ 2,00 na chamada Zona Azul e R$ 1,00, a hora, para a recém criada Zona Verde (veja nossa postagem sobre o assunto) e o total de vagas cobradas subirá de 1.900 para 2.400.

Segundo informações da presidente da FAS, o órgão recebe cerca de R$ 90 mil por mês e deverá se manter.  Mesmo a Rek Parking arrecadando mais, o valor repassado a FAS será menor!

A empresa terá que substituir todos os parquimetros por outros mais modernos. A um ano a Rek Parking opera com um contrato emergencial. Em 2008 o Governo Sartori prorrogou o contrato da empresa por mais 5 anos. Uma ação do Ministério Público foi julgada procedente, em 2010, pois o rito correto seria uma nova licitação. Na época o procurador geral do município Lauri Romário da Silva, afirmou que se houvesse uma licitação o valor repassado para a FAS cairia para 15%. Acabou ficando em 26%, mas não seria interessante que um dos critérios para a escolha da empresa vencedora fosse quem garantisse maior valor para o Fundo?

Afinal de contas para quem a Prefeitura deve buscar favorecer, uma empresa privada ou as pessoas que seriam atendidas pela FAS?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados