segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Não sabe em quem votar? Acompanhe os debates!

Dois debates marcaram o sábados dos prefeituráveis nesse final de semana. O primeiro, promovido pelo Sindiserv, foi realizado na Câmara de Vereadores e teve como tema o funcionalismo municipal. O segundo, realizado na parte da tarde, foi promovido pela UAB e teve como palco a própria sede da entidade.

O debate realizado na Câmara foi  mais animado, pois tinha uma plateia fervorosa: os CCs da Prefeitura. Dezenas deles se reuniram e acompanharam acaloradamente o debate, com palmas e jingles. Tudo para não perder o emprego.

Durante as falas dos candidatos ficou claro que alguns conheciam as demandas dos servidores e outros nem tanto. Alceu (PDT) e Daneluz (PT) se destacaram no conhecimento da pauta da categoria, porém provavelmente o candidato petista respondeu mais atentamente de acordo com os anseios dos servidores municipais. Prometeu elevar o percentual do Regime de Trabalho Complementar e criar o Plano de Carreira para o funcionalismo.

Em algumas perguntas deu até pena de ver os candidatos Possamai (PSOL) e Corlatti (DEM) perdidos sem saber o que responder. Já Assis Melo (PC do B), como de praxe, fez o papel de oposição mais ferrenha ao atual governo, dando diversas alfinetadas em Alceu.

Ao final do debate, foi apresentado aos candidatos um termo de compromisso com as reivindicações dos servidores. Surpreendentemente apenas Daneluz e Possamai assinaram a carta. Uma das reclamações do Sindiserv é que Sartori, há 4 anos atrás também não assinou o documento e por isso não atendeu às reivindicações da categoria.

Alceu, pra variar, justificou a não assinatura com uma expressão machista: garante a palavra com o fio do bigode... Se bem que Alceu estava com a cara lisinha, não tinha fio de bigode nenhum. Que perigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com