sábado, 1 de junho de 2013

Após 4 anos de cobranças Lixão de São Luiz da 6ª Légua é interditado

Foram necessários 4 anos e inúmeras denúncias para que um lixão em São Luiz da 6ª Légua fosse interditado pela prefeitura de Caxias do Sul.

O lixão, denunciado em 2010 pela vereadora Denise Pessôa (PT), continuava crescendo na 6ª Légua, poluindo e perturbando os moradores vizinhos além de estar em uma Área de Preservação Permanente – APP, inclusive contaminando um córrego que cruza o local. Mesmo após três pedidos de informações, uma audiência pública sobre o tema e frequentes denúncias ao executivo, no governo anterior, não houve solução. Frente ao problema, moradores juntos com a vereadora  reuniram-se com o secretário de Meio Ambiente, Adivandro Rech, cobrando soluções.

Naquele momento, Denise cobrou questionando a lentidão do processo: "Essa é uma área especial, por ser uma APP, nem sei se poderá ser reparado todo o dano que sofreu. Existe toda uma legislação sobre as APP's desde 2007, não podemos ficar esperando".

É injustificável que o poder público tenha levado tanto tempo para tomar alguma atitude. Adelino Teles (PMDB) que foi Secretário do Meio Ambiente durante o último governo Sartori sabia da situação e numa atitude que pode ser classificada como criminosa não tomou nenhuma atitude.

Infelizmente o meio ambiente vai pagar, novamente, um alto preço pelo descaso do poder público municipal e pelo acobertamento de atividades ilegais da iniciativa privada. Felizmente o lixão foi interditado. Isso só merecerá comemoração se a secretaria encaminhar punição aos culpados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com