terça-feira, 2 de julho de 2013

Manifestantes Confusos?

Cerca de 150 pessoas aderiram a "greve geral" facebooquiana em Caxias do Sul. Munidos de cartazes muito bem fabricados, diferente dos espontâneos e caseiros, os manifestantes demonstram, além de um "organização prévia" uma confusão de discurso bem pior do que a falta de unidade de pautas.

No cartaz da foto está escrito: "Tarso Nº 1 - Tarso Genro disse as manifestações são obras de fascistas e extrema direita ou seja ele está do outro lado - do da corrupção"

Primeiro problema o Tarso não disse isso. Disse que havia infiltrações de fascistas e de extrema direita em atos que eram pacíficos.

Segundo o outro oposto de fascistas de extrema direita, seria o dos democratas de esquerda.

O que ficou do movimento de ontem em Caxias foi que a "greve geral" foi um retumbante fracasso. O movimento só teve algum impacto porque a polícia e a fiscalização de trânsito resolveram fechar longas extensões de ruas do centro da cidade.


Uma estudante relatou no Facebook: "ontem fiquei cerca de 1 hora dentro do onibus esperando para ir para UCS ali na Bento e percebi algumas coisas, a gurizada que estava nas esquinas trancando as ruas (nem todas, porém a grande maioria) empurrando quem passava, cuspindo nas pessoas, jogando pedra nos carros e nos onibus, nos apartamentos, isso acontecia simplesmente porque as pessoas não queriam aderir ao protesto, deixando sem credibilidade do protesto."


Militantes que há muitos anos estão fazendo reivindicações na nossa cidade lembravam, ontem, que se fosse uma mobilização do MTD, MST, Sindicato ou estudantes, com 150 pessoas a Brigada não teria deixado trancar a rua por mais de 10 minutos.

Será que esse espírito democrático irá continuar quando outros atos acontecerem no futuro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com