terça-feira, 1 de abril de 2014

70% de Caxias do Sul ficará sem água hoje e o Marrecas está há 465 dias sem funcionar

Hoje 70% da população de Caxias do Sul será atingida por interrupções no fornecimento de água. Segundo a Divisão de Água do Samae, serão consertados dois pequenos vazamentos na adutora de água bruta, em virtude da queda de um eucalipto sobre a tubulação, próximo à represa.

Também serão feitos consertos em um pequeno vazamento em uma curva com bolsas chumbadas na adutora de água bruta próximo à localidade de Santo Homo Bom, trocas de seccionadoras junto à entrada de energia elétrica na Casa de Bombas do Faxinal, e de válvula de manobra na adutora de água tratada na rua Francisco Perotti, próximo ao Panela Velha. Os serviços incluem também limpeza interna das adutoras de água bruta do Faxinal.

Enquanto isso o Marrecas comemora 465 dias de sua inauguração e até agora não forneceu nenhuma gota de água para a população. Se estivesse em funcionamento uma parcela menor da cidade sofreria com falta de água devido a manutenção do sistema Faxinal. E essas manutenção são cada vez mais constantes. Algo normal para um sistema com 30 anos de vida.

A falta de água nos bairros de Caxias do Sul tem aumentado na frequência nesse ano. A região Rizzo sofre com constantes interrupções no abastecimento. O Samae já deu explicações esdrúxulas alegando que um registro foi fechado (como se fosse um ato de sabotagem).

Do diretor-presidente do Samae, Eloi Frizzo (PSB) se ouve sempre a mesma explicação: "Pedimos a compreensão da comunidade. A manutenção é necessária para a melhoria da qualidade do abastecimento da cidade".

Até quando teremos que esperar essa tal qualidade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com