Falta de professores é realidade nas Escolas Municipais de Caxias

O Governo Alceu está conseguindo jogar na lama a histórica de luta do PDT em defesa da educação. 

Desde o início do ano letivo a falta de professores em diversas escolas da rede pública municipal de Caxias do Sul é algo jamais visto na história desse município.

Segundo o ofício circular da Secretaria Municipal de Educação (SMED), no momento estão sendo oferecidas 40 vagas de Ampliação de Jornada (Hora Extra) para Área 1 (de 1º ao 5º ano) e 38 vagas para Ampliação de Jornada (Hora Extra) para Área 2 (de 6º ao 9º ano). 

Apesar de haver um compromisso do Governo Municipal de não ocupar vagas reais (aquelas que não são licenças e portanto o profissional não voltará mais a ocupá-la) com Ampliação de Jornada, 33 destas 78 vagas oferecidas são reais. 

Algumas escolas como a Professora Ilda Barazetti tem falta de 7 professores e já faz praticamente um mês que as aulas iniciaram. O prejuízo para os alunos é imenso e parece que a solução desse problema está longe de acabar.

No dia 31/03 novos servidores foram nomeados, mas como o tempo para efetivar uma nomeação é de proximamente 45 dias, muitos alunos ficarão sem professores durante mais de dois meses.

Lembre-se que a Ampliação de Jornada foi um artifício criado pelo Governo Alceu para pagar o horário extraordinário dos professores em valores muito abaixo da hora extra que antes recebiam. Ou seja, o Governo economiza nas costas dos professores municipais oferecendo Ampliação de Jornada para suprir a falta de funcionários nomeados.

Mais uma vez quem perde é a comunidade escolar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados