terça-feira, 12 de maio de 2015

Casos de nepotismo se multiplicam no governo Sartori

As indicações de CCs para os escalões intermediários do governo do estado é tão descontrolada que obrigou o Piratini a realizar um pente-fino em todas as nomeações já efetivadas e redobrar os cuidados nas que estão sendo realizadas.

A averiguação vai identificar os casos de nepotismo, que ainda não vieram a tona, e resolver a situação antes que elas virem problema jurídico ou de relações públicas.

Na última quarta feira (6/5) o governo do estado teve que desfazer uma nomeação que já estava publicada no Diário Oficial do Estado. A nomeação de Wantuir Francisco Siqueira Jacini, filho do Secretário de Segurança Wantuir Jacini, para a secretaria de saúde foi abortada depois que a notícia chegou aos meios de comunicação e as redes sociais.

Outros casos já são de conhecimento público e estão sendo analisados. Um deles é a nomeação da esposa do braço direito de Sartori, Carlos Búrigo, para a cúpula da Casa Militar. O irmão do secretário de Agricultura, Ernani Polo, é outro exemplo. Ele foi nomeado para o DAER.

Além dessas nomeações, de parentes, por membros do Executivo, filhos e irmãos de deputados estaduais e federais, da base aliada, de Sartori, foram indicados para cargos no governo. Nesse caso, porém, o Piratini não considera grandes problemas já que, segundo o governo, os parlamentares não atuam no Executivo.


Há, entretanto, opiniões em contrário dizendo que o caso afronta a Súmula Vinculante 13 do Superior Tribunal Federal que trata do nepotismo no serviço público. 

2 comentários:

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com