Casos de nepotismo se multiplicam no governo Sartori

As indicações de CCs para os escalões intermediários do governo do estado é tão descontrolada que obrigou o Piratini a realizar um pente-fino em todas as nomeações já efetivadas e redobrar os cuidados nas que estão sendo realizadas.

A averiguação vai identificar os casos de nepotismo, que ainda não vieram a tona, e resolver a situação antes que elas virem problema jurídico ou de relações públicas.

Na última quarta feira (6/5) o governo do estado teve que desfazer uma nomeação que já estava publicada no Diário Oficial do Estado. A nomeação de Wantuir Francisco Siqueira Jacini, filho do Secretário de Segurança Wantuir Jacini, para a secretaria de saúde foi abortada depois que a notícia chegou aos meios de comunicação e as redes sociais.

Outros casos já são de conhecimento público e estão sendo analisados. Um deles é a nomeação da esposa do braço direito de Sartori, Carlos Búrigo, para a cúpula da Casa Militar. O irmão do secretário de Agricultura, Ernani Polo, é outro exemplo. Ele foi nomeado para o DAER.

Além dessas nomeações, de parentes, por membros do Executivo, filhos e irmãos de deputados estaduais e federais, da base aliada, de Sartori, foram indicados para cargos no governo. Nesse caso, porém, o Piratini não considera grandes problemas já que, segundo o governo, os parlamentares não atuam no Executivo.


Há, entretanto, opiniões em contrário dizendo que o caso afronta a Súmula Vinculante 13 do Superior Tribunal Federal que trata do nepotismo no serviço público. 

Comentários

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados