quarta-feira, 13 de julho de 2011

Participação Popular: Depois de uma década, um bom recomeço

Chamou a atenção das pessoas presentes na Plenária da Participação Popular e Cidadã do Governo Tarso em Caxias, o fato de diversas pessoas terem saudado a volta da Participação Popular. Apesar de em nossa cidade existir o alardeado Orçamento Comunitário. As queixas que vinham neste sentido apontavam a falta de mobilização da Prefeitura em chamar as pessoas para as plenárias, além de jogo de cartas marcadas, sem contar com o não andamento das obras estabelecidas pela população. Este fato gerou um choque de concepção entre o processo municipal e o estadual. Um exemplo é o colapso na Educação Infantil, tema apontado como grave por algumas das intervenções e que é de responsabilidade do governo municipal.
Foto: Roque Jr.

A plenária faz parte do processo de Participação Popular e Cidadã e teve como objetivo apontar as demandas municipais que são de responsabilidade do governo estadual.

A atividade, que foi a maior na Região da Serra, teve a participação de 226 pessoas representando os mais diversos setores da sociedade, como os sindicatos, associações de moradores, estudantes secundaristas e universitários, trabalhadores da saúde e da segurança pública, etc.

As demandas apontadas pela plenária foram:
  • Duplicação da RSC-453, entre Bento Gonçalves e Farroupilha;
  • Conclusão do Trevão, na saída de Caxias para Flores da Cunha;
  • Fortalecimento da Uergs;
  • Construção de escola de ensino médio no bairro Desvio Rizzo;
  • Conclusão da escola de ensino médio do Vila Ipê;
  • Criação da casa do estudante em Caxias;
  • Reforma, ampliação e manutenção das escolas Cristóvão de Mendoza, Técnica de Caxias do Sul (Eetecs), Rachel Grazziotin e Santa Catarina;
  • Recursos para reforma, ampliação de leitos e para o setor de oncologia do Hospital Geral e para o Hospital Pompéia;
  • Plano estratégico regional de turismo;
  • Qualificação do trabalho da Delegacia para a Mulher;
  • Implantação do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) em Caxias.
O principal tema da plenária foi a educação. Hoje Caxias conta com cerca de 220 estabelecimentos nesta área, contando com as escolas de educação infantil, escolas de ensino fundamental e médio, escolas técnicas e de ensino profissionalizante, além de Faculdades e a Universidade de Caxias do Sul. Aparentemente não faltariam equipamentos públicos para suprir a demanda por escolarização e qualificação profissional. O que se viu foi o contrário.

Hoje a rede pública de ensino sofre os efeitos do descaso com a educação implementado pelos Governos Rigotto e Yeda Cruzius. A escola de ensino médio do Bairro Vila Ipê é o exemplo mais gritante disso. A escola foi uma conquista do OP no governo Olívio e teve as obras iniciadas durante aquele período. Nove anos se passaram e a escola ainda não foi concluída. Atualmente precisa de um bom investimento para que seja finalizada.

Também foi reivindicada a construção de uma Casa do Estudante Regional para atender a demanda do ensino superior na nossa região. Hoje, graças ao ProUni, Caxias do Sul recebe centenas de estudantes de diversas regiões do país. A reivindicação teve como resultado o indicativo de formação de uma comissão Pró Casa do Estudante em Caxias do Sul.

Foram escolhidos 6 delegados e 6 Suplentes que terão participação no Fórum Regional de Delegados, o qual terá o seu primeiro encontro na quinta-feira, 21 de julho. Na ocasião serão escolhidas as prioridades que irão para votação direta pela população no dia 10 de agosto. Após a votação, as prioridades com maior número de votos entrarão para o cronograma de execução de obras do Governo do Estado.

Que seja bem vinda a nova Participação Popular em Caxias do Sul. Tomara que ela seja capaz de discutir e executar as demandas reprimidas há mais de dez anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com