Pioneiro fecha parceria informal, com Prefeitura, pela conclusão do Marrecas. Como é que é?

Muito estranha a nota publicada, hoje de manhã, no site do Pioneiro, sobre uma parceria, informal, firmada entre o editor-chefe do Pioneiro, Roberto Nielsen, e o  Prefeito, José Ivo Sartori (PMDB). Segundo a nota "O objetivo da parceria é  garantir a conclusão e o início das operações da represa em 2012". Porém em outro trecho o jornalista faz uma ressalva importante:

"Nielsen ponderou ao prefeito que o fato de o jornal ser parceiro pela finalização da represa, evitando que a obra de R$ 200 milhões se transforme em um "elefante branco", não significa qualquer cumplicidade com a forma como foi conduzido o licenciamento ambiental".

Ou seja, no mesmo momento em que declara apoio, deixa uma entrelinha bem gordinha. Fica uma pulga, ou várias, atrás da orelha. Se existe essa ressalva sobre a forma que foi conduzido o licenciamento ambiental, a ponto disso merecer destaque na nota, então as entidades ambientais tem razão!

Agora a questão maior, parece ser, não deixar um muro de concreto de milhões de reais acabar virando local para a prática de rapel. É claro que enterrrar milhões de reais seria muito ruim para a cidade como um todo, já que esse dinheiro saiu dos nossos impostos, mas se houver, as responsabilidades devem ser apuradas.

Mas parece que a ideia do governo Sartori era colocar uma cortina de fumaça nessa situação, talvez por isso o diretor presidente Marcus Caberlon, saiu batendo para tudo quanto era lado, na audiência pública da última terça feira.

No mais ficaremos de olho!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados