segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Brigada Militar da Serra defende violência policial?

Entrar nas redes sociais foi uma grande ação do Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra (CRPO/Serra). Outra grande ação foi divulgar boletins diários sobre suas ações. Entretanto estar nas redes sociais necessita um certo cuidado sobre as informações que são divulgada, pois um perfil institucional representa a opinião daquela instituição. Enquanto indivíduos esse cuidado é menor, mas já vimos pessoas fazerem comentários racistas, xenófobos, entre outros, nas redes sociais.

No final de semana quem atualiza o perfil da Brigada Militar, cometeu uma gafe, ou não. Foi compartilhada a fotomontagem que está abaixo:

O titulo da foto é "Eu nasci para ser Polícia" e a cena mostra um policial falando ao telefone, tranquilamente, ao lado de duas pessoas baleadas.

Há vários problemas nessa imagem.

O primeiro deles é considerar que as pessoas mortas fossem bandidos, inclusive nem parece que eles estavam armados.

Segundo, não é papel da polícia fazer justiça com as próprias mãos como o contexto da fotomontagem faz parecer;

Terceiro. Isso ser divulgado por um órgão de segurança pública nos faz entender que é essa a linha de atuação da polícia, execuções sumárias.

Nosso país não tem pena de morte por uma razão muito simples: a sociedade tem que ser melhor do que o indivíduo.

Errou profundamente, a Brigada Militar, em ficar fomentando a justiça pelas próprias mãos, e tentando justificar, os recorrentes, casos de violência policial.

Nota zero para quem teve essa atitude.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com