Brigada Militar da Serra defende violência policial?

Entrar nas redes sociais foi uma grande ação do Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra (CRPO/Serra). Outra grande ação foi divulgar boletins diários sobre suas ações. Entretanto estar nas redes sociais necessita um certo cuidado sobre as informações que são divulgada, pois um perfil institucional representa a opinião daquela instituição. Enquanto indivíduos esse cuidado é menor, mas já vimos pessoas fazerem comentários racistas, xenófobos, entre outros, nas redes sociais.

No final de semana quem atualiza o perfil da Brigada Militar, cometeu uma gafe, ou não. Foi compartilhada a fotomontagem que está abaixo:

O titulo da foto é "Eu nasci para ser Polícia" e a cena mostra um policial falando ao telefone, tranquilamente, ao lado de duas pessoas baleadas.

Há vários problemas nessa imagem.

O primeiro deles é considerar que as pessoas mortas fossem bandidos, inclusive nem parece que eles estavam armados.

Segundo, não é papel da polícia fazer justiça com as próprias mãos como o contexto da fotomontagem faz parecer;

Terceiro. Isso ser divulgado por um órgão de segurança pública nos faz entender que é essa a linha de atuação da polícia, execuções sumárias.

Nosso país não tem pena de morte por uma razão muito simples: a sociedade tem que ser melhor do que o indivíduo.

Errou profundamente, a Brigada Militar, em ficar fomentando a justiça pelas próprias mãos, e tentando justificar, os recorrentes, casos de violência policial.

Nota zero para quem teve essa atitude.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados