terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Debates sobre um novo mundo possível voltam a Porto Alegre

Porto Alegre volta a ser palco das discussões mundiais sobre alternativas ao sistema capitalista. Inicia hoje o Fórum Social Temático sobre a "Crise capitalista, justiça social e ambiental". A edição desse ano incorporará os mais recentes movimentos de protesto no mundo, Ocupemos Wall Street e os Indignados da Espanha, em busca de uma solução diferente para a crise global. 

"O Fórum Social Mundial nasceu há doze anos aqui em Porto Alegre para contestar a arrogância neoliberal do Fórum Econômico Mundial de Davos (que reúne a cada ano na Suíça os líderes políticos e empresariais). Dissemos claramente que queríamos outro mundo. Agora precisamos construir os caminhos, as alternativas", disse à AFP Candido Grzybowski, coordenador do Fórum.

Uma das prioridades do Fórum será preparar a Reunião dos Povos, que os movimentos sociais convocaram ao mesmo tempo que o Rio+20, no Rio de Janeiro, em junho.

O Fórum Social inicia com a sua tradicional marcha e na quarta-feira abrirá seus debates, ao mesmo tempo em que a chefe do governo alemão, Angela Merkel, inaugurará o 42º Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça.

Conexões Globais
O mundo inteiro discute as novas possibilidades de mobilização social trazidas pela internet. Em Porto Alegre, esse debate ganhará novo folêgo em 2012 com a realização do Conexões Globais 2.0 –, evento que reunirá ativistas da cultura digital de diversos países na Casa de Cultura Mário Quintana, de 25 a 28 de janeiro, hiperlinkado ao Fórum Social Temático e ao Festival Internacional de Cultura Livre (FicLivre). 

A programação inclui diálogos e webconferências (com ativistas que participaram de mobilizações em outras partes do mundo) sobre temas como mídias sociais, sustentabilidade, direitos na internet e democracia 2.0. Também serão realizadas oficinas e desconferências. Outro destaque do evento é a programação cultural. Com transmissão AO VIVO via internet, toda a comunicação do Conexões Globais 2.0 será colaborativa, ou seja, produzida pel@s própri@s participantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com