quarta-feira, 18 de abril de 2012

E eu com esses números?

Como já dizia a música Números do Engenheiros do Hawaii: e eu com esses números?


Quem quer emitir uma opinião, que parece embasada, despeja números que, muitas vezes não querem dizer absolutamente nada. O Mirante de hoje (a gente tenta não malhar o Pioneiro, mas o jornal não se ajuda) uma informação tenta demonstrar a "densidade eleitoral" dos pré candidatos a prefeito e as "expectativas" de quem iria para o segundo turno (publicada na edição de ontem).

Segundo a publicação, nas eleições de 2010, em Caxias, Marisa Formolo (PT) 33.648 votos também para deputada estadual e Alceu Barbosa Velho (PDT) contabilizou 33.517 votos como deputado estadual. Para deputado Federal Assis Melo (PCdoB) fez 34.926 e Mauro Pereira (PMDB) 32.800 votos.

O que esses números dizem sobre a densidade eleitoral de cada um, ou sobre as chances de um segundo turno?

Absolutamente nada!

Todos os quatro fizeram uma votação muito parecida o que, isso sim, mostra que são lideranças conhecidas. Entretanto 2 deles disputaram uma eleição para deputado estadual: Marisa e Alceu, com muito mais candidatos do que a eleição para deputado federal disputada por Assis e Mauro.

Se seguíssemos a lógica que o Mirante quis construir, olhando as votações de cada um quem tem mais chance de ir para o segundo turno seria a Marisa Formolo e o Assis Melo. A votação de Alceu foi a menor dos pré candidatos e, ainda como informado pela coluna hoje, Mauro só teve 20 dias de campanha, portanto poderia, segundo o colunista, ter feito mais votos.

Apresentando números ao acaso, desfocados da realidade, o Pioneiro tentou mais uma vez criar argumentos para o candidato sartorista ser considerado favorito na corrida. Isso pode até ser verdade mas está muito ruim de argumentos para provar isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com