segunda-feira, 18 de junho de 2012

Ciclofaixa em Caxias do Sul: ineficiente, perigosa e marketing puro

Foto: Nilson Farias
O alarde que a Prefeitura está fazendo entorno da Ciclofaixa, que deverá ser inaugurada no próximo domingo (ou no outro), é impressionante. Parece que é a coisa mais maravilhosa do mundo. Porém ela é perigosa, ineficiente e, no final, demonstra ser marketing puro.

O primeiro grande problema é a falta de regularidade. Ela só existira no primeiro e terceiro domingo de cada mês. Então você poderá "utilizar" a ciclofaixa somente em datas marcadas. Fora desses dias, apesar da pintura no asfalto, há um risco, real e eminente, de um acidente de trânsito.

Outra questão é justamente o trânsito. A escolha do local, Perimetral Norte, um via de muito movimento e que foi feita para ser uma via rápida, ou seja, os carros imprimem um velocidade maior do que no centro da cidade. Torna o local perigoso. Mais do que colocar apenas os cones e a pintura no asfalto, é necessário que haja um acompanhamento muito grande, por parte da Secretária de Trânsito, para evitar que acidentes aconteçam.

A localização também deixa muito a desejar. Não foi escolhido uma via que ficasse próximo a um parque ou a algum local de lazer. Simplesmente se escolheu um local onde ninguém vai, nem a pé, nem de bicicleta. A ciclofaixa é uma via que leva o nada a lugar nenhum. Servirá somente para as pessoas darem voltas ao redor do canteiro.

Outra questão é o conceito. Essa é uma ciclofaixa que ser utilizada apenas 2 vezes por mês, no máximo 4. Se alguém deseja se deslocar pela cidade usando bicicleta ainda tem que dividir espaço entre os carros.

A conclusão que se chega é que a tal ciclofaixa foi projetada por pessoas que não andam de bicicleta. É inclusive o que atestam os ciclistas caxienses. Pelo Facebook pode se ver uma série de reclamações sobre o projeto apresentado pela prefeitura. Leandro Santos diz: "Acho que a ideia da ciclofaixa não é aumentar o número de bikes na cidade, e sim, subtrai-las...que perigo para os ciclistas...". Opinião semelhante é compartilhada pela ciclista Anahi Fros, "Terei medo de andar de bicicleta. Ou fizeram para meia dúzia de ciclistas de final de semana com status utilizarem?".


Ao que tudo parece essa é uma obra que existe apenas para constar e para cortar uma fita de inauguração. A outra ciclovia, ou ciclofaixa, que foi inaugurada na Atílio Andreazza e tem menos de 1 ano já conta com alto grau de deteriorização. Como não há manutenção o cascalho e a terra tomaram conta da via dificultando quem a utiliza, com uma bicicleta. 

2 comentários:

  1. 1- parabéns para o engenheiro da prefeitura e parabéns para o responsável q aprovou a ''obra''.2- cxs é uma cidade difícil para bicicletas,pelo motivo de ter muitas ladeiras.3- o transporte coletivo é muito caro e demorado e não é só em cxs.5- o q tem ser investido,é o transito no centro da cidade q está um caus.6- se ciclovias são feitas para reduzir o aquecimento global,ele não existe,o aquecimento global é um farsa,pois enquanto os cientistas que levantam essa hipótese andam de carrão e moram em mansões (vivem no conforto) o povo se preocupa em ser sustentáveis (vivem sem conforto).

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela menção. Perfeita a análise, a melhor que li até agora. Aumenta minha curiosidade de saber quem escreve por aqui...

    ResponderExcluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com