quarta-feira, 6 de junho de 2012

Polentinhas: o rumo do PTB caxiense

Esse post tem validade de poucas horas. Porém ele representa a expectativa da última grande decisão que será tomada no cenário eleitoral de Caxias do Sul.

Qual o rumo que o PTB terá nas eleições municipais. A indefinição surgiu logo após a reunião que a comissão provisória fez com os candidatos a vereador do partido. No encontro o ex-prefeito, Mansueto de Castro Serafini Filho, defendia que o partido se coligasse com Marisa Formolo (PT) pois assim poderia ter visibilidade indicando o candidato a vice. Por outro lado, Adiló Didoménico defendia manter o apoio com o candidato do governo, Alceu Barbosa Velho (PDT). Tendo sido derrotado na sua proposta, Mansueto saiu da reunião dizendo que não subiria no palanque de Alceu e que se desfiliaria do partido.

Nos dias seguintes a direção estadual chamou para si a discussão e até contratou uma pesquisa eleitoral colocando os nomes de Mansueto e Adiló como possíveis candidatos. Como eles se saíram muito bem nas pesquisas isso até animou as lideranças locais em apostar numa candidatura própria. Ela não foi viabilizada porque Adiló dizia que o nome tinha que ser o Mansueto e Mansueto dizia que tinha que ser Adiló.

Para solucionar o impasse a direção estadual do PTB resolveu tomar a decisão. Eles já sabem que o partido não terá candidatura própria em Caxias porém trabalham com 3 cenários:

Apoiar Marisa Formolo: seria a proposta que daria mais visibilidade ao partido pois o PTB indicaria o vice. O PTB é um partido da base do governo Tarso, bastante fiel diga-se de passagem, e não haveria nenhuma contradição nisso. Porém achamos que essa é a alternativa com menos chances pois grande parte dos candidatos a vereador do partido não é favorável.

Apoiar Alceu: é a proposta que deixa feliz a maior parte dos candidatos a vereador do PTB e os cargos de confiança do partido. Porém é a proposta que dá menos visibilidade ao partido e, dependendo da política de alianças na proporcional, corre o risco de não eleger bancada na Câmara, novamente. Essa é uma proposta com grande chances de ser aprovada.

Manter-se neutro: Isso libera os candidatos a fazer campanha para quem quiserem o que agradaria a todos, mas deixaria a nominata a vereador meio abandonada pois o PTB correria com chapa própria. A vantagem é que se elegesse vereadores não teria que dividir com mais nenhum outro partido e poderia negociar o apoio no segundo turno transformando o partido e fiel da balança. Essa proposta não pode ser totalmente descartada, por ser uma saída viável. Temos uma grande chance de errar, mas vamos arriscar apostando nessa alternativa. Esse é o risco de ter opinião na análise política.

Hoje após às 19h saberemos qual a decisão que a direção estadual do PTB terá. A partir disso os candidatos, com excessão de Alceu começam a fechar as suas chapas majoritárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com