‎"As árvores podadas parecem mãos de enterrados vivos"

Foto: Vera Damian
Mário Quintana (1906-1994) foi definitivo na frase que é o título dessa matéria. Nada resume as "podas" que estão sendo realizadas em centenas de árvores em Caxias do Sul. Para fazer rápido o serviço ele é mal feito e tudo isso com a conivência da Secretaria do Meio Ambiente, que não fiscaliza, e com a irresponsabilidade da Secretaria de Obras que faz mal feito.

A foto postada no Facebook pela jornalista Vera Damian mostra o estado que ficaram um grupo de árvores na Alfredo Chaves próximo da Prefeitura. Ao questionar a Secretaria de Meio Ambiente a jornalista ouviu que os ligustros são uma planta invasora, porém é uma das espécies mais utilizadas em arborização por ser extremamente resistente. Resiste até mesmo a falta de cuidado de quem realiza as podas.

Se o objetivo da Secretaria fosse substituir os ligustros eles deveriam então ser trocados por outras espécies. Porém a realidade em Caxias do Sul é justamente o contrário, derrubar cada vez mais as árvores. A política ambiental do governo Sartori é catastrófica no que diz respeito ao meio ambiente. Esse governo já derrubou mais de 600 árvores para fazer uma cancha de rodeios que é usada algumas vezes por ano. Há indícios de irregularidades nas licenças ambientais de várias obras de asfaltamento do interior, sem falar na obscura, e questionável, licença ambiental para o Marrecas.

Fica a pergunta: Se continuar a mesma política ambiental da prefeitura por mais quatro anos, árvores existirão apenas em outras cidades?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados