quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Um salve para a cota de 50% nas Universidades Federais às pessoas de baixa renda

O Senado Federal aprovou a implementação de cota nas Universidades Federais de 50% das vagas para alunos provenientes de ensino médio integralmente feito em escola pública. Dessa cota também haverá destinação proporcional à população da região de negros e ainda, metade do total de vagas será destinado a pessoas com renda inferior a 1,5 salários mínimos per capita.

Pra variar, o PSDB mostrou sua opinião conservadora através do Senador Aloysio Nunes que foi o único corajoso a votar contrário ao Projeto.

Agora resta apenas a sanção da presidenta para que a lei entre em vigor de forma gradual nas universidades.
Todos sabem o quanto as Universidades Federais são ocupadas por pessoas de altíssima renda. Geralmente  comportam as faculdades mais qualificadas e também boa parte dos alunos mais ricos.

Os críticos das cotas daqui a alguns anos com certeza constatarão os resultados dessa política afirmativa de inclusão social. A sociedade brasileira, apesar de não se dividida em estamentos como em alguns países, faz jus à alma capitalista e não permite que as pessoas ascendam socialmente. As mudanças vindas das políticas  sociais de um governo popular já mudaram a cara do país, fazendo com que milhares de pessoas saíssem da miséria. Porém, ainda é pouco e só com qualificação e oportunidades reais às pessoas de baixa renda que se conseguirá realmente mudar a realidade.

Um salve para a cota de 50% nas Universidades Federais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com