quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Mais uma ilegalidade no Marrecas

Servidores e máquinas da Prefeitura
nas obras do Marrecas

A pressa é inimiga da perfeição. Um  pedido de informações feito nessa terça feira pelo vereador Rodrigo Beltrão (PT) promete tirar o sono do Prefeito Sartori e do Diretor geral do Samae Vinícius Caberlon.

Servidores públicos municipais foram flagrados usando máquinas da Prefeitura nas obras da barragem do Marrecas. Eles estavam auxiliando a empresa Madeireira Sartori (é esse mesmo o nome, por coincidências da vida) a retirar a mata da área que será alagada.

O problema é que, para a realização desse serviço, já está sendo muito bem pago o Consórcio Fidens Sanenco, que foi contratado para realizar as obras da barragem. 

Conforme o contrato celebrado entre o Samae e a Fidens Sanenco, uma das obrigações da contratada é realizar a limpeza da área, retirar a vegetação e levar a madeira para o local de destino (item 1.1 do contrato). Pelo serviço o Consórcio está recebendo mais de R$ 200 mil, além de uma ajudinha extra da Prefeitura. confira aqui o contrato

Para realização do serviço de remoção da vegetação o consórcio subcontratou a Madeireira Sartori, conforme autorização contratual. Assim, é ilegal que servidores e máquinas da Prefeitura estejam realizando um serviço licitado pelo Samae.

Sabe como é... Foram mais de R$ 200 milhões investidos deixar para o próximo prefeito alagar, ou melhor, inaugurar uma obra dessa magnitude, talvez não seja promissor. 

A pressa é inimiga da perfeição. Explica essa Sartori (o Prefeito, não a empresa)!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com