Direito a pergunta: O secretário Washington faltou ao trabalho para ir ao jogo do Grêmio e Fluminense?

Quem pagou suas despesas no Rio?
Ontem fomos surpreendidos ao vermos o secretário municipal de esporte e lazer, Washington Stecanela Cerqueira (PDT), no camarote da Globo, durante o jogo Grêmio e Fluminense válido pela Copa Libertadores da América, no Rio de Janeiro.

Ficam as perguntas:

1 - O secretário Washington tinha alguma missão oficial da prefeitura na cidade do Rio de Janeiro?

2 - Se não estava em atividade oficial ele foi por motivos particulares, ou de boas relações com a Rede Globo. Nesse caso ele saiu antes do trabalho, e não chegará no horário hoje de manhã, na prefeitura para ir até o Rio de Janeiro assistir o jogo?

3 - Quem pagará as despesas? Ele cobrará diária? Cobrará passagem aérea?

Secretários municipais recebem verba de representação justamente para serem secretários em tempo integral. Ao que parece o secretário Washington está mais interessado em manter suas atividades particulares do que administrar a sua pasta. Numa procura que fizemos no site da prefeitura não há nenhuma menção de agenda na cidade do Rio de Janeiro (a não ser que "surja" uma agora).

Ele pode argumentar que sua renda pessoal, seus negócios derivados da sua carreira de jogador, lhe deêm uma qualidade de vida que dispense o salário de secretário. Porém isso só demonstra que a sua entrada na política não tinha nada a ver com o bem comum e sim com a manutenção do ego que necessita de aplausos permantes, não conseguidos mais dentro das quatro linhas.

Seria bom sabermos as respostas dessas perguntas já que Washington é pago com o dinheiro dos contribuintes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados