sábado, 16 de fevereiro de 2013

Prefeitura de Canoas reduz 5 centavos da tarifa de ônibus urbanos

Enquanto, em Caxias do Sul, a passagem de ônibus subiu R$ 0.15, o prefeito de Canoas, Jairo Jorge (PT), assinou um decreto que reduziu o valor da tarifa de ônibus. Desde essa sexta-feira a passagem baixa de R$ 2,65 para R$ 2,60, uma redução de cinco centavos. O táxi lotação também baixou dos atuais R$ 3,15 para R$ 3,10.

O desconto é ainda maior se considerarmos que não haverá reajuste na tarifa esse ano. Os cálculos apontavam um reajuste em torno de dez centavos. Como o valor não reajustou, e ainda diminuiu, a população saiu lucrando quinze centavos por passagem.

Jairo Jorge informou que esta redução foi possível em razão da Lei Federal Nº 12.715, que desonera as folhas de pessoal de empresas de diversos setores, inclusive as de transporte. Para se chegar ao valor da nova tarifa foi feito o cálculo dos gastos da empresa, como combustível, manutenção e salário dos empregados, por exemplo. Esta avaliação é realizada anualmente e é acompanhada pela Prefeitura.

Isso nos remete ao valor da passagem de Caxias do Sul. Por aqui parece que não se considerou as ações do Governo Dilma em diminuir impostos. Canoas é compatível em quantidade de pessoas transportadas com Caxias, portanto não há justificativa para o aumento, como se vê, na nossa cidade.

Além da passagem de ônibus que subiu 5,5%. A taxa da água subiu 19,6%. A taxa de coleta de lixo aumentou 112% (nos locais que ganharam coleta celetiva). O IPTU subriu 6,2%. E por aí vai.

Do outro lado o governo Dilma, além de baixar impostos sobre a produção, reduziu em 18% a conta da energia elétrica, em Caxias vai reduzir em 22%. Por que o governo do PDT não tem feito a sua parte na redução das tarifas para a população?

Com informações de Sul 21 e Jornal Vale dos Sinos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com