sexta-feira, 15 de março de 2013

A UCES e o Usurpador

 Embora um tanto tardio, o processo vem a calhar, já que desde o ano de 2012 o presidente da entidade, Gilson Fernandes, está se utilizando da entidade e ludibriando alguns jovens estudantes para seus propósitos individualistas.
Gilson Fernandes é fundador e presidente da chamada União de Estudantes da Serra, fundada em 2012, cuja criação teve como objetivo “representar” os estudantes (todos) de Caxias e região. Assim, várias carteirinhas estudantis foram vendidas a diversos estudantes para que os mesmos pudessem garantir a famosa “meia-entrada” em atividades culturais e de lazer.
Estudantes protocolam ação contra falso presidente

Não satisfeito com a entidade paralela que havia criado, Gilson juntou o útil ao agradável e reativou a UCES (União Caxiense de Estudantes Secundaristas). A UCES foi fundada em 1952 e desde o ano de 2008 estava sem direção por falta de organização dos estudantes. Porém isso não dava direito que uma pessoa com escolaridade de nível de graduação se apropriasse da entidade. Foi o que Gilson fez.

Realizou primeiramente uma Assembleia com alguns estudantes em que se elegeu, por unanimidade, presidente de uma direção provisória da entidade, com mandato até 31 de dezembro de 2013.

Em um ano, vendendo carteirinhas estudantis a centenas de alunos pelo valor de R$ 15, muito lucro poderá ser gerado!

Se não bastasse um marmanjo de 35 anos de idade se eleger Presidente da entidade de representação dos estudantes do ensino médio e fundamental, ainda conseguiu alterar o estatuto da UCES em uma assembleia sem representatividade e acrescentando como sua representação os estudantes da graduação.

O DCE da UCS emitiu nota não reconhecendo a nova direção da UCES assim como o avanço da entidade sobre os estudantes universitários.

Até mesmo os vereadores Guila Sebben (PP) e Rafael Bueno (PCdoB) apresentaram denúncia ao Ministério Público questionando a legitimidade da nova direção da UCES.

Os devaneios são tantos, que Gilson anda também circulando pelas casas noturnas da cidade com colete de Fiscalização, notificando aquelas que não estão dando desconto da meia-entrada para estudantes.

Em suma, o objetivo principal deste senhor, representante hoje de todos os estudantes de Caxias e região, é garantir que a meia-entrada seja concedida a quem apresentar sua carteirinha estudantil. E a UCES emitirá todas essas carteirinhas ao valor singelo de R$ 15.

E os direitos dos estudantes para além da meia-entrada, onde estão? Isso pelo jeito não importa...

Estudantes ingressam na justiça contra usurpador

Nesta quinta feira um grupo de estudantes entrou com uma ação contra o falso presidente da UCES e contra as alterações estatutárias que descaracterizaram a entidade. A ação teve apoio de Grêmios Estudantis, da União Gaúcha de Estudantes Secundaristas (UGES), DCE/UCS e Secretaria de Juventude da UAB.

A UCES como fábrica de carteirinha

Na tentativa de consolidar a sua entidade fantasma, Gilson, está passando nas escolas para divulgar a sua carteirinha de estudante. Ele também deixa um formulário nas casas onde as pessoas, inclusive, são ludibriadas com a divulgação de um curso gratuito (veja no rodapé da imagem ao lado).

E a situação pode ser pior. Em nota divulgada por Gilson às críticas do DCE/UCS ele fala, entre outras bobagens, no "cartão estudantil" que está no contrato entre a Visate e a Prefeitura de Caxias do Sul.

Hoje esse "cartão estudantil" é a carteirinha de ônibus, que os estudantes usam para utilizar o transporte público. Será que ele tem interesse em querer vincular  a sua carteirinha pessoal na da passagem de ônibus?

Se isso for verdade está aí uma fonte de receita de mais de R$ 300 mil. Um bom dinheiro para quem passa o dia todo na "sede da UCES".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com