quinta-feira, 30 de maio de 2013

“Dilma Bolada” é censurada no Facebook, gera polêmica, faz rede voltar atrás e mostra que a campanha de 2014 será uma guerra digital


O perfil fictício Dilma Bolada, uma sátira à presidente Dilma Rousseff criada pelo e
studante Jeferson Monteiro, de 23 anos, teve uma piada retirada do ar pelo Facebook, no último sábado. O post ironizava o senador Aécio Neves (PSDB-MG), possível candidato à Presidência em 2014, fazendo referência a um processo de improbidade administrativa que o tucano apareceria como réu. O texto com o comentário "Inventar mentira contra mim é mole, querido" foi apagado três horas depois da publicação.

Em uma postagem Jeferson, ou melhor, Dilma Bolada, reclamou da censura da rede social e de que sestava sofrendo perseguição. "Membros do PSDB e da Juventude do partido estão numa intensa e incessante perseguição, todos os dias ofendendo, usando duras palavras, fazendo acusações infundadas e ameaçado de processos quando se pensa em responder à altura. É muito complicado que tenhamos pessoas com pensamentos tão limitados e conspiratórios que só pensem que as pessoas fazem as coisas por dinheiro".

A polêmica rendeu mais de 1.800 comentários, mais de 7 mil curtidas e mais de 3 mil compartilhamentos. São numeros surpreendentes mas bastante comuns para esse personagem. Com mais de 347 mil curtidores, Dilma Bolada é a personalidade brasileira com maior número de seguidores. Ela fica na frente do Lula e da Marina Silva, outros campeões de audiencia. Seu criador já recebeu premios internaticionais por sua atuação nas mídias sociais.

Dilma Bolada acompanha a agenda da presidenta Dilma (PT). É como se fosse seu perfil real, porém bem humorado. As viagens, reuniões e programas governamentais são retratados na página. Também é um espaço bem humorado onde a personagem “pega no pé” de ministros, presidentes de países vizinhos e outras personalidades. Seus chavões são: “Sou linda, sou diva, sou Presidenta. SOU DILMA!!!”

Facebook cedeu


O perfil tem tanto impacto que o Facebook acabou cedendo e colocando a postagem novamento no ar. Em nota a rede argumentou: "O conteúdo em questão foi reportado e nossos sistemas automáticos, elaborados para garantir a segurança dos usuários, removeram-no indevidamente. Depois de termos sido alertados, o conteúdo foi recuperado e está no ar novamente. Lamentamos o inconveniente".

Isso demonstra que uma guerra está aberta no mundo digital e que suas grandes batalhas se darão no ano que vem durante a campanha eleitoral. Um movimento, claramente orquestrados, por opositores da presidenta, e aliados de Aécio Neves, conseguiram, a partir de notificações ao sistema administrativo da rede, retirar uma postagem do ar. Esse processo é automatizado e se não passar por uma reestruturação será um “tira e volta” de postagens.

Os tucanos tentaram se isentar do caso alegando que Jeferson estava querendo gerar publicidade com o fato. Nada mais irreal. O perfil Dilma Bolada é um sucesso sem investir um único real em publicidade no Facebook. Aécio Neves, ao contrário, beira o desastre. Com um vultuoso investimento em publicidade (aparece todo o dia no perfil do Polenata News) o perfil de Aécio Neves tem 87 mil seguidores. A quantidade de dinheiro investido para esse alcance de público é um segredo já que não há prestação de contas partidária nesse caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com