quarta-feira, 12 de junho de 2013

Feijoada indigesta para o prefeito

Foto: Porthus Junior
Sorte. Muita sorte teve o Prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT) por não ter ido ao promíscuo encontro entre empresários e políticos para “negociar” o abrandamento das blitz em Caxias. Já o vice-prefeito, Antônio Feldmann (PMDB) e o Secretário de Esporte e Lazer, Whashington Stecanella (PDT), fizeram feio. Os empresários do ramos de bares e restaurantes promoveram um rico jantar de “confraternização” para fazer o lobby em torno da redução das blitz noturnas, pois os negócios não dão mais tanto lucro como antes da fiscalização.

Mesmo que não tenham concordado ou prometido a redução das blitz na cidade, Feldamann e Whashington se queimaram feio! Participar de um jantar promovido (só pra variar) pelo empresariado que chora por não ter tanto lucro, é, no mínimo, suspeito.

Aliás, o empresário em cuja casa foi feito o jantar, apoiou a candidatura de Alceu, e se houver comprovação de que houve promessas de vantagens por parte dos empresários, todos estarão enquadrados em crimes previstos no Código Penal:

para os empresários:

Corrupção ativa

Art. 333 - Oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário público, para determiná-lo a praticar, omitir ou retardar ato de ofício:

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa.

Parágrafo único - A pena é aumentada de um terço, se, em razão da vantagem ou promessa, o funcionário retarda ou omite ato de ofício, ou o pratica infringindo dever funcional.

Para os políticos:

Corrupção passiva

Art. 317 - Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem:

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa.

§ 1º - A pena é aumentada de um terço, se, em conseqüência da vantagem ou promessa, o funcionário retarda ou deixa de praticar qualquer ato de ofício ou o pratica infringindo dever funcional.

Agora resta ao Prefeito afirmar que vai endurecer na fiscalização de trânsito e que não vai abrandar a lei.

Um comentário:

  1. bom tem muita coisa para ser esclarecida, pois estavam na casa de um contraventor, bicheiro... claro também empresário de casa noturna!!

    ResponderExcluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com