segunda-feira, 17 de junho de 2013

Para evitar ser alvo de protestos Alceu decide baixar o valor da passagem de ônibus

Uma pressão silenciosa fez o discurso da administração Alceu Barbosa Velho mudar nesses últimos três meses. Pelo menos no que diz respeito a redução da tarifa de ônibus. Se nenhum sobressalto acontecer, na quarta feira, os caxienses estarão pagando R$ 2,75 pela passagem do transporte público municipal. A decisão, alardeada como fruto de negociação pela grande imprensa, na verdade foi um misto de pressão silenciosa e de medo de virar alvo dos protestos que estão se espalhando pelo Brasil.

A verdade é que a tarifa já deveria ter baixado!

Desde 1º de janeiro vale uma desoneração de impostos sobre a folha de pagamento. As empresas que pagavam 20% de INSS sobre a folha passaram a pagar 2% sobre o faturamento. Segundo cálculos realizados pelo Polenta News o valor já deveria ser de R$ 2,80, com arredondamento, (veja aqui). A não redução do valor da passagem já representou uma arrecadação extra, para a Visate de mais de R$ 840 mil (veja VISATÔMETRO) no nosso blog.

O discurso da prefeitura em janeiro falava de que as gratuidades é que impedia a redução do valor da passagem. É o que afirmava o secretário de trânsito de Caxias do Sul, Zulmir Filho (PDT), ao jornal Folha de Caxias. Ele falou: “Iniciamos um estudo por que temos uma preocupação com o equilíbrio financeiro da empresa. Precisamos encontrar um meio termo que atenda a comunidade e que não inviabilize o negócio”. (veja aqui).

No final de janeiro o Polenta News noticiava que o Tribunal de Contas do Estado questionava a planilha de cálculo do valor da passagem (veja aqui). Esse questionamento foi peça fundamental, junto com a pressão das ruas, para que o valor fosse reduzido para R$ 2,85 e já perdura por 2 meses.

Em março o vereador Rodrigo Beltrão (PT) fez um pedido de informações que questionava sobre a não redução do valor da passagem de ônibus mesmo com a desoneração de impostos do governo federal. Na época o chefe de gabinete do prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT), Manoel Marrachinho, disse ao Jornal Pioneiro, que a tarifa não iria diminuir porque “cabe à administração respeitar tanto o decreto existente, bem como os estudos da Secretaria e a manifestação do Conselho Municipal, mantendo a tarifa atual".

Somente com uma nova desoneração de impostos (PIS e COFINS) e com o aumento dos protestos em todo o pais o discurso da prefeitura mudou. Infelizmente nossa cidade vive uma apatia política muito grande, fruto do pensamento único que se instalou no Executivo e no Legislativo.

Graças a fatores externos e a uma pequena mas ruidosa oposição na Câmara de Vereadores que o valor da passagem de ônibus vai baixar. O Polenta News fez sua parte principalmente através da página “Preço Justo da Passagem Já! (veja aqui). Agora se inicia um pequeno movimento, um pouco confuso na pauta, um pouco confuso na tática, mas é um movimento emergente. Quem sabe ele sirva para fazer com que o movimento social de Caxias, que está apático, retome às ruas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com