segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Escândalo de corrupção no metrô de São Paulo escancara proteção da mídia aos governos tucanos

Qual das duas revistas está tentando enganar você?

Nunca foi tão fácil enxergar o cinismo, a desfaçatez e a hipocrisia da imprensa brasileira. Bastou que um escândalo atingisse seus aliados políticos tradicionais, para que essa postura viesse à tona. Do escândalo Siemens, emerge uma mídia que opera com dois sistemas métricos distintos: um para os amigos, outro para os adversários.

Revelado pela Isto É e logo depois acompanhado pelo Estadão, o "propinoduto" tucano pode ter alcançado R$ 1 bilhão e iniciou no governo Covas há 20 anos! Acoados pelas evidências outros veículos foram obrigados a noticiar o fato. Um dos últimos foi a Globo que foi obrigada a dar uma reportagem, de vários minutos, sob pena de perder, de vez, a credibilidade.

A opção da Veja, uma das piores revistas do Brasil, foi, além de não noticiar o esquema, usar seus "colunistas" para tentar desqualificar as denúncias. Merval Pereira lamentou a corrupção tucana e se apressou em inocentar o ex-governador José Serra. Reinaldo Azevedo deu um chilique e afirmou que a teoria do domínio do fato, usada pela Polícia Federal para indiciar Andrea Matarazzo, vereador pelo PSDB paulista, e pelo Supremo Tribunal Federal para condenar José Dirceu, não poderia ser aplicada ao político tucano.

Ora, se a mesma cautela fosse aplicada aos adversários dessa mesma imprensa, o julgamento mais emblemático dos últimos anos teria transcorrido de forma bem menos turbulenta. No entanto, se para os amigos as provas podem ser transformadas em indícios, para os adversários os indícios também podem ser convertidos em provas. Além disso, essa mesma imprensa que faz da ética seu cavalo de batalha se julga no direito de colocar a faca no pescoço de juízes – como Veja faz nesta semana em relação a Ricardo Lewandowski  – para defender seus interesses políticos, que, na prática, são interesses comerciais.

Para finalizar, enquanto a mídia toda, mesmo que a contragosto, se obrigue a dar manchetes sobre o caso nos seus veículos a Veja destina a capa dessa semana a: "musculação". Isso é uma vergonha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com