sábado, 28 de setembro de 2013

Comprovado: Computadores da prefeitura foram utilizados na campanha eleitoral

Houve crime eleitoral. Não há desculpa. Os computadores da prefeitura foram utilizados para produção de material para a campanha do prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT). Isso ficou provado na perícia realizada pela Polícia Federal nos HDs (discos rígidos) dos computadores apreendidos na Secretaria de Saúde, de Turismo e no setor de Marketing.

A operação de apreensão desses equipamentos aconteceu no dia 3 de outubro do ano passado (veja aqui) e mobilizou um grande contingente de policiais. Na época o prefeito José Ivo Sartori (PMDB) reclamou da operação e classificou ela como "exagerada". A verdade dos fatos é que "a perícia constatou que, em alguns computadores, era feita propaganda [eleitoral]. Havia material de propaganda eleitoral nos computadores, com indicativo de crime eleitoral", afirmou o promotor Rodrigo Zilio que está acompanhando o caso.



Porém nada, ou quase nada irá acontecer. O crime prescreveu no dia 7 de janeiro desse ano. Três servidores poderão sofrer sanção penal, que, se forem primários, poderá ser convertido em pagamento de cestas básicas.

Mesmo constado o uso da máquina pública em benefício do agora eleito prefeito Alceu Barbosa Velho nada acontecerá para ele e sua turma. Usaram e abusaram da prefeitura e sairão ilesos. Quem será o primeiro a gritar IMPUNIDADE!?

5 comentários:

  1. Essa é a prefeitura de Caxias. Alceu foi flagrado oferendo CC e nada aconteceu. agora configurado o uso da maquina pública pra campanha, mas nada vai acontecer. E segue o baile, como diz aquele político de Vacaria...

    ResponderExcluir
  2. Isto é POLITICA, no Brasil!

    ResponderExcluir
  3. Bah, matéria com "sestas" básics, poderão "sofrem" sanção penal é de matar! Jornalismo analfabeto me remete ao Sapo de Barba de nove dedos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos ao nosso leitor "anônimo" pela correção de dois pequenos erros de português. Eles puderam ser facilmente mudados, o que não mudou, porém, é o fato de que a máquina pública foi usada para fazer campanha para o candidato situacionista, isso sim o principal da matéria.

      Excluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com