terça-feira, 19 de novembro de 2013

Escola só será reformada depois de interdição do corpo de bombeiros

Precisou uma interdição do corpo de bombeiros para que a Escola de Educação Infantil Crescer e Aprender, no Bairro Santa Lúcia - Cohab, passasse por reformas que há muito tempo são prometidas. A escola, que é responsabilidade do poder público municipal, atende 124 crianças de zero a cinco anos. O prédio encontrava-se em péssimo estado de conservação com problemas na parte elétrica e no telhado.

A chuva do último dia 11 somente piorou a situação que já era caótica. Entretanto a comunidade não ficou esperando sentada vendo a escola se deteriorar. Os moradores do bairro se organizaram e participaram o Orçamento Comunitário, em 2010, e conquistaram os recursos para a reforma. Mas nada aconteceu.

Segundo nos informou uma moradora os anos foram passando e nada da obra. Ela afirma que esteve na SMED, esse ano, juntamente com a equipe diretiva da escola e nenhuma providência foi tomada. Ela nos conta que esse ano foi pedido para encontrar um outro local para transferir a escola provisoriamente enquanto a reforma fosse feita. “Encontramos três locais mas como era de se esperar nenhum dos três locais serviu”, indigna-se.

Mas bastou a interdição do corpo dos bombeiros para que as soluções aparecerem. As crianças serão transferidas para dois espaços no bairro Cinquentenário que é longe do local atual o que irá causar transtorno para as mães e pais com filhos na escolinha.

“Cadê o dinheiro do Orçamento Comunitário de 2010?”, pergunta nossa leitora. Essa é uma boa pergunta. Será que é necessário esperar quase quatro anos para que um projeto de reforma e ampliação fosse concretizado? Parece que cada vez mais o Orçamento Comunitário é uma peça de ficção em Caxias do Sul. As obras são feitas por indicação dos apadrinhados do governo e as comunidades que não dizem “Sim Senhor” ficam de fora.

“Hoje fiquei sabendo que houve dois princípios de incêndio, essa ano na escola, por conta de problemas na fiação elétrica. Esse não é um local adequado para nossas crianças”, afirma. É parece que o governo municipal não cuida bem de nossas crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com