quinta-feira, 7 de novembro de 2013

O que será das crianças caxienses?

A situação da educação infantil na cidade está crítica há bastante tempo. No ano passado, o estudo do Tribunal de Contas (TCE) apontou que a cidade possuía um déficit de cerca de 10.000 vagas e estava em 354º no ranking gaúcho de atendimentos. Neste ano, os estudos do TCE apontaram uma pequena melhora na classificação de Caxias: subimos para a 318º colocação, mas o déficit permanece o mesmo.

A situação está tão crítica, que o Município estabeleceu como meta comprar 450 vagas em escolinhas particulares. Até agora conseguiu menos de 150. A construção de novas escolas de educação infantil se arrasta e muitas mulheres acabam procurando a justiça para obrigar o município a fornecer vagas para seus filhos.

Péssimas previsões para os próximos anos

A novidade é o que nos próximos anos a situação tende a piorar em termos de educação no município. Este ano alguns Centros Educativos mantidos pela FAS foram fechados. As instituições faziam o atendimento de crianças e adolescentes no turno inverso ao da escola. A intenção do município é substituir os centros educativos por escolas em turno integral. A pergunta que fica é: QUANDO?

A partir do ano que vem, as crianças de 5 anos passarão a frequentar as escolas e, a partir de 2015, as de 4 anos entrarão na rede regular. Essas crianças serão matriculadas no que hoje é a pré-escola. Não há nem cheiro de como essas mudanças acontecerão. Além disso, a questão principal é que hoje essas crianças de 4 e 5 anos, ficam em turno integral nas escolas de educação infantil. Como será quando elas tiverem de ira para as escolas regulares que apenas disponibilizam um turno de atendimento?

Se hoje a situação está complexa, o caos ainda está por vir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com