quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Pesquisa CNT/MDA aponta vitória da Dilma no primeiro turno

Foto: Roberto Stuckert Filh

Se as eleições fossem hoje a presidenta Dilma Rousseff venceria o pleito ainda no primeiro turno. Isso é o que indica a nova pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT). No levantamento estimulado, quando é apresentado o nome dos candidatos, Dilma (PT) tem 43,5% das intenções de voto. Aécio (PSDB) vem em seguida com 19,3% e Eduardo Campos (PSB) tem 9,5%.

Esse foi o primeiro levantamento que não apresenta o nome de Marina Silva na lista pois a mesma ingressou no PSB. Os votos de Marina foram distribuídos entre todos os candidatos com ligeira vantagem para Dilma. Eduardo Campos, que teria, ou terá, Marina como vice cresceu apenas 4 pontos percentuais.

A pesquisa também avaliou o governo Dilma. Para 39% dos entrevistados a avaliação do governo é positiva, 37,7% acham que é regular e 22,7% avaliaram negativamente.

Vejam os gráficos interativos abaixo.


O levantamento também analisou temas conjunturais entre eles o apoio as manifestações e as ações do Black Blocks e do programa Mais Médicos.

A maior parte da população defende o direito de manifestações (81,7%) porém condena as ações dos Black Blocks (93,4%) e não acha legitima suas ações (91,5%).

Em relação ao programa Mais Médicos 84,3% apoiam o programa enquanto 12,8% são contra. Em julho, quando o programa foi lançado 49,7% eram favoráveis e 47,4% eram contrários. Isso mostra, nitidamente, que toda a propaganda contra, disparada pelos sindicados médicos e conselhos de medicina em todo o pais resultou em um efeito contrário, fez com que a maioria da população aprovasse o programa.

E mais. Para 66,8% os médicos estrangeiros estão capacitados para fazer o atendimento a população. Por outro lado a imensa maioria das pessoas ainda não foi atendida por um médico estrangeiro (90,6%). Dos que foram atendidos 80% consideram que foram bem atendidos.

A reforma política figura como a área que necessita, urgentemente, de reformas. Ao contrário do que é divulgado pela grande mídia a reforma tributária é a que a população acha menos importante. Para a pergunta: Em sua opinião, em qual área o Brasil necessita fazer mais urgentemente uma reforma?  A Reforma Política aparece com 53,8%, seguida da Jurídica com 15,3%, da Trabalhista com 14,3% e da Tributária com 9,4%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com