segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Mais uma vez a água deve ser reajustada acima da inflação

A inflação deve fechar o ano em 5,8% (IPCA) e o Governo Alceu deve reajustar a água entre 6 e 7%. Ano
passado o reajuste foi de 19,6% para recuperar as perdas do fim da cobrança da Taxa de Recursos Hídricos.

O valor da água deixou de ser barato há muito tempo. Hoje, além do valor da água, praticamente todos pagam pelo tratamento de esgoto ou pela malfadada “taxa de transição”, essa última é cobrada dos moradores de bairro que ainda não têm esgoto tratado, mas que possuem no bairro uma ETE (Estação de Tratamento de Esgoto).

Uma família de quatro, cinco pessoas pode pagar mais de R$ 150,00 de água. Para as famílias numerosas de baixa renda, a água torna-se um peso no orçamento apertado.

A energia elétrica possui a chamada “tarifa social”, que tem valores mais baixos para pessoas de baixa renda inscritas em programas sociais. E a água?

Tá na hora de o Governo municipal tomar atitude e implantar tarifa social de água na cidade. Água é um bem vital, de necessidade básica e não é aceitável que tantas famílias tenham o fornecimento cortado por não terem condições de pagar taxas abusivas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com