quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Passagem de ônibus vai reduzir de valor. Mas é na Região Metropolitana

As novas estações do Trensurb em Novo Hamburgo e a inauguração da BR 448 (Rodovia do Parque) são algumas das justificativas para que o  Conselho Estadual de Transporte Metropolitano aprovasse, por unanimidade, a proposta encaminhada pela Metroplan para reduzir as tarifas de ônibus do chamado Eixo Norte da Região Metropolitana.

Com isso, a diminuição dos preços das passagens de ônibus pode chegar a até 46%. Segundo a Metroplan, a proposta deve beneficiar 250 mil usuários diários do transporte metropolitano, no movimento entre as cidades de Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo. O projeto prevê que a tarifa de Novo Hamburgo para a Capital caia de R$ 5,80 para R$ 3,15. Das outras cidades para Porto Alegre, o valor ficaria em R$ 2,65.

Além disso, a Metroplan quer encaminhar a renovação da frota de ônibus nos próximos 12 meses e a integração do transporte com o bilhete único.

As medidas encaminhadas pela Metroplan junta-se a outras que estimulam o uso do transporte coletivo. Na região metropolitana já está funcionado o Passe Livre para estudantes, lei que o governador Tarso Genro sancionou esse ano.

Esse movimento, pró redução de valores vai na contramão do que a maioria das prefeituras argumenta, inclusive a de Caxias do Sul, de que não há como reduzir o valor das passagens. Vamos ver o que Caxias decidirá. 

COMO PODE FUNCIONAR

  • A viagem de Novo Hamburgo a Porto Alegre, que custa hoje R$ 5,80, passaria a custar R$ 3,15.
  • De Sapucaia do Sul a Porto Alegre, outro exemplo, a economia seria de R$ 0,35
  • Para viagens entre Novo Hamburgo e Canoas, a tarifa seria fixada em R$ 2,65
  • A Metroplan quer também novas ligações entre os municípios, fora da BR-116, como alternativa ao Trensurb
  • Com a conclusão da BR-448 (Rodovia do Parque), 40% dos coletivos deixarão de circular pela BR-116

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com