Reajuste salarial para nível médio da Brigada Militar é aprovado na Assembleia Legislativa

O Projeto de Lei encaminhado pelo Governo do Estado para reajustes nos salários dos servidores de nível médio da Brigada Militar, no período entre 2015 e 2018, foi aprovado nessa quinta-feira (26) pela Assembleia Legislativa. As reposições salariais até 2014 já estavam garantidas.

O salário básico mais o risco de vida do soldado era R$ 1.172,82 no ano de 2010, e saltará para R$ 4.050,80 em 2018, representando um aumento de 245% em oito anos. Já para o tenente, no mesmo período, o reajuste somará 151% e quem ocupa o posto passará a ganhar R$ 6.751,34 em 2018, enquanto em 2010 recebia R$ 2.680,84.

O comandante-geral da Brigada Militar, coronel Fábio Duarte Fernandes, afirma que os percentuais são históricos na corporação. "Nunca, no período de oito anos, os servidores haviam recebido um reajuste como esse. Em 2018, os soldados estarão ganhando o equivalente a 25% do salário dos coroneis", destacou.

Duas características são importantes nesse projeto. A primeira é a recuperação salarial de parte de baixo da hierarquia da Brigada Militar, que historicamente, ficava relegada a segundo plano e isso fez com que o Rio Grande do Sul pagasse o pior salário para a polícia de todo o Brasil. Praticamente sem reajustes salariais durante os governos Rigotto (PMDB) e Yeda (PSDB) os soldos foram corroidos pela inflação. 

O segundo ponto positivo é que os reajustes não dependerão mais de vontade política do próximo governante. Como está fixado em lei deverá ser cumprindo, independendo de quem seja eleito governador em 2014. 

Tabela de reajustes (básico + risco de vida)

De 2015 a 2018 os reajustes acontecerão nos meses de maio e novembro, como no período 2011/2014.

Posto12/201011/2014 11/2015 11/201611/2017  11/2018Total Reajuste 2011/2018 
Soldado  1.172,82 2.398,27 2.723,10  3.109,67 3.549,75 4.050,80 245,38%
3º Sarg.  1.517,07 2.781,99  3.150,25 3.588,08 4.085,57 4.650,92 206,57%
2° Sarg. 1.724,21   3.069,79 3.470,613.946,89  4.487,43 5.101,01 195,84%
1° Sarg.   1.932,48 3.261,65 3.684,19 4.186,09 4.755,33 5.401,07 179,48%
1° Ten.  2.680,84 4.125,02 4.645,29  5.262,52 5.960,91 6.751,34 151,83%

Com informações da Secretaria de Comunicação RS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados