segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Para espalhar terrorismo inflacionário Globo distorce até gráfico

A mídia corporativa brasileira realmente assumiu que não interessa mais os fatos, apenas as versões e para isso não importa se tiver que manipular, escandalosamente, as informações. O gráfico ao lado é um claro exemplo disso. Ele "ilustra uma reportagem, ou seria reporcagem, da Globo News sobre a evolução da inflação nos último anos. A linha horizontal é a meta inflacionária, 4,5%. O objetivo da matéria era mostrar que a inflação está descontrolada, apesar dos números dizerem o contrário. Como a Globo não encontrou amparo na realidade, mude a realidade. Foi o que ela fez.

A manipulação fez com o que a inflação de 2013, de 5,91% ficasse maior que a de 2011, de 6,50% e de 2010, de 5,92%. Para a Globo News 5,91 é muito maior que 6,50 e 5,91. Ainda tem mais. Para a emissora 4,31% é quase 4 vezes menor que 5,91%. Também, pelo gráfico, a inflação de 2013 é 3 vezes maior que a meta!!!! Se isso fosse verdade não seria 5,91% e sim mais de 12%! A informação não tem nenhum compromisso com a verdade ela só tem objetivo de criar terrorismo inflacionário.

A Globo fez isso em 2013 inteiro. Primeiro era o tomate, com direito a vergonha alheia quando a Ana Maria Braga usou um colar de tomates. Depois foi o feijão e por aí foi. Nenhum dos vilões inflacionários se sustentou na vida real.

A guerra da manipulação deverá continuar em 2014. A Globo representa o interesse das elites e as elites estão em oposição ao governo Dilma. Abaixo veja como seria o gráfico se ele fosse feito corretamente. A linha preta representa a meta inflacionária. Bem diferente do que a Globo mostrou não?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com