Samae seria responsável pelos alagamentos no Fátima Baixo afirma vereador

O vereador Mauro Pereira (PMDB) foi direto e contundente no programa Dito e Feito, da Rádio São Francisco, na manhã de hoje (16). Perguntado por uma ouvinte sobre o motivo dos alagamentos no Fátima Baixo ele disparou.

"Uma galeria, de esgoto fluvial, que tem 2 metros de altura por 2 de largura foi obstruída por um cano do esgoto cloacal, de 1 metro de diâmetro, colocado pelo Samae". O vereador alega que avisou os técnicos do Samae que o procedimento estava equivocado. "Eles [os técnicos] me disseram que esse era o jeito certo", finaliza Mauro.

O vereador não titubeou ao atacar o governo, mais precisamente o Samae e responsabilizar o órgão, publicamente, pelos alagamentos que estão ocorrendo. Esse fogo amigo dá razão inclusive a quem está inclinado em processar o município pelos constantes estragos.

Um deles era o gerente da Associação Criança Feliz, Délcio Agliardi, que ameçou processar a prefeitura. Para evitar esse desgaste a prefeitura se comprometeu a construir um novo espaço para o atendimento infantil. O prédio já tem local definido e será no mesmo bairro, Fátima Baixo. Até que seja concluído, as 107 crianças, entre dois e seis anos de idade, vão ocupar um imóvel alugado localizado no bairro São José a partir de fevereiro. A estrutura atual da Associação continuará a funcionar, mas sem o primeiro piso. Este será demolido para evitar insegurança em dias chuvosos.

Outra ação do poder público será construir um "piscinão" no bairro. Essa obra demorará um bom tempo e novas chuvas podem alagar novamente o bairro. Se o vereador Mauro estiver certo a solução pode ser bem mais barata, seria apenas retirar o cano que está obstruindo a galeria, mas isso seria um admissão de culpa, logo uma nova obra gera menos desgaste político.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados