terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Moradores reclamam de casas abandonadas no Pio X

Duas casas semidemolidas vem causando preocupação aos moradores do bairro Pio X. As residências ficam na rua Isidoro Mary, esquina com a Marechal Floriano. Os moradores da região chamavam de "casas rosas".  A situação persiste desde o final do ano passado.

"Ratazanas, baratas, mosquitos, pessoas consumindo drogas a qualquer hora do dia, fazendo suas necessidades fisiológicas a vista de qualquer um, tudo isso para "abraçar" o turista que aqui chegar e tiver a infeliz ideia de passar por ali", indignou-se um vizinho no email enviado ao Polenta News.

O conjunto é composto por três casas que estavam ocupadas até dezembro do ano passado. Na imagem ao lado, do google street view, é possível vê-las antes da demolição. Oficiais de justiça despejaram os moradores do local, no dia seguinte começou a demolição das mesmas. Como estavam sendo feitas "de maneira rudimentar", conforme relato, a prefeitura embargou a demolição. Foi dado um prazo de 15 dias para que a situação fosse regularizada. O prazo passou e a situação permaneceu inalterada.

Pouco tempo depois os moradores da terceira casa também deixaram o imóvel adicionando mais uma residência ao quadro de abandono.

A situação do local é deprimente, para se dizer o mínimo. O local abandonado começa a gerar seu "próprio ecossistema" com ratos (como o da imagem) e focos de mosquitos. Numa época em que estamos iniciando campanhas de combate à dengue isso é inaceitável. Parte dos escombros também avançam pela rua e pelo passeio público, tudo isso a menos de 500 metros de Secretaria de Obras.

Clique aqui e veja um álbum de fotos do local.




Um comentário:

  1. E a 50 metros de uma das portarias do edificio onde dizem reside o Sr. Dr. Alceu Barbosa Velho.

    ResponderExcluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com