Ou a saúde, ou a árvore?



Em Porto Alegre é assim. Para se ter uma obra qualquer, é preciso devastar uma floresta, remover uma vila ou as duas coisas. E não dá para discutir porque só há um projeto possível. Não dá nem para tentar discutir. Discussão é sinônimo de briga e isso é ruim. Provoca o atraso. E se não for desse jeito e agora, o dinheiro vai embora e o mundo acaba!
Eu até pensei em escrever mais e melhor sobre o assunto, mas estou de saco cheio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados