quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

PMDB terá disputa para definição de candidato ao Piratini

Sartori (segundo da esquerda para direita) e Ziulkoski (a direita)
disputam indicação do PMDB para concorrer ao Piratini
Depois de muita pressão da cúpula partidária o ex-prefeito, José Ivo Sartori, desocupou a moita e resolveu afirmar, oficialmente, que é pré candidato do partido a disputa estadual. A definição de Sartori era considerada urgente pelos capas pretas do partido ante ao avanço da outra pré candidatura de Paulo Ziulkoski, presidente da Confederação Nacional dos Prefeitos (veja aqui).

Sartori teria apoio da ala do partido que gostaria de apoiar Aécio Neves (PSDB), mas se contenta em fazer campanha para Eduardo Campos (PSB). Ziulkoski representa a grande maioria dos prefeitos do PMDB que estão contentes com os investimentos que seus municípios receberam dos governos Lula/Dilma.

O partido decidirá sua candidatura no dia 15 de março. Não está descartada, porém, que a convenção acabe em um consenso. O Senador Pedro Simon lançou Ziulkoski como candidato a senador. Nesse caso há uma jogada ensaiada. Existiria um movimento que gostaria de facilitar a vida de Lasier Martins (PDT) para a conquista da vaga ao Senado. As pesquisas tem mostrado que somente Rigotto, atualmente, deixaria o quadro da disputa do Senado mais acirrado.

De qualquer forma, mesmo com unidade formal, o PMDB vai novamente dividido para as eleições estaduais. Em 2010 Fogaça fez uma candidatura que pode ser considerada medíocre, Tarso ganhou no primeiro turno, e o candidato peemedebista, hoje, vive no ostracismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com