quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Secretário Washington admite que mentiu sobre blitz

Quem ler a edição de hoje (26) do jornal Pioneiro, e acompanha regularmente o Polenta News vai encontrar muita semelhança com a reportagem intitulada "O Gosto Amargo do Vinho". Na reportagem, finalmente, o secretário de esporte e lazer, Washington Cerqueira (PDT), admite que mentiu sobre ter sido parado, e ter sua carteira apreendida, em um blitz no dia 8 de fevereiro.

Pressionado pelas evidência, investigado pelo Ministério Público e tendo sua estória desmontada pelas redes sociais, não sobrou opção ao secretário a não ser admitir que sim, foi parado por uma blitz. Sim, havia bebido antes. Sim, se recusou a fazer o teste do bafômetro. Sim, teve sua carteira apreendida. Você pode conferir as duas postagens que o Polenta News fez sobre o assunto aqui e aqui.

A confissão do secretário foi feita na redação do Jornal Pioneiro, com a presença do colunista Gilberto Blume que defendeu o secretário assim que o fato começou a ser comentado. Mesmo admitindo a culpa, Washington continuou criando histórias, que se verdadeiras são extremamente preocupantes. Ele afirmou que recebeu um conselho do secretário de trânsito, Jorge Catusso, a negar e não falar nada sobre o assunto [a blitz]. Se isso for verdade ganha força a tese de que a autuação iria "sumir do sistema". Catusso nega que deu esse conselho a Washington.

Na mesma reportagem Washington admite que bebeu "duas taças de vinho". Como toda a sua história demonstrou ser uma farsa é difícil acreditar que realmente só foram duas taças de vinho. Porém ele pode negar a faça o bafômetro. Fazendo isso ele tem a carteira apreendida. Como consta no auto de infração que foi tornado público semana passada.

Ainda pairam a suspeita que ele teria dado um carteiraço. Washington nega, mas como houveram quase 10 pessoas que foram até o Ministério Público denunciar o secretário é outra parte da história que se deve dar pouco crédito ao secretário.

Washington tenta jogar cortina de fumaça no caso dizendo que a denúncia teria sido feita por alguém de oposição, ou da situação. Ele admite saber quem foi, mas não diz o nome. Faltou mais uma vez o secretário calçar a sandália da humildade e reconhecer seu erro por completo.

O que o secretário Washington não consegue justificar é seu imenso rol de trapalhadas. Foi assistir um jogo de futebol, no Rio de Janeiro, no meio do expediente. Participou de um jantar com empresários que queriam o fim das blitz da lei seca, além de seu um secretário pouco presente em seu local de trabalho.

Do lado do governo o prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT) opta por colocar panos quentes. Para Alceu, a blitz cumpriu com a sua função e não agiu diferente com o ex-jogador. Entende que o secretário agiu como cidadão. "Acredito no que ele me disse. Dou parabéns à blitz e a ele", afirmou o prefeito.

Como escreveu um internauta no Facebook:  
"Sabem o que é lindo? Ser Secretário Municipal de Esportes e Lazer, dirigir alcoolizado, ser autuado, negar o fato, mentir pra imprensa e ainda receber do Prefeito os parabéns pelo comportamento! Caxias do Sul, da Fé, do Trabalho e da Cara de Pau." 


Um comentário:

  1. Se admite que "mentiu" logo é mentiroso.
    Se é mentiroso, logo não merecem créditos suas afirmações.
    Se suas afirmações não merecem crédito aqueles que confiam e apostam nele são do mesmo "time".
    Por conclusão não deveria "ele" estar exercendo cargo de tal importância na prefeitura, pois se mente.... logo....

    ResponderExcluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com