quinta-feira, 3 de abril de 2014

Prefeitura de Farroupilha oferece área para construção de extensão da UFRGS

Farroupilha larga na frente a apresenta área para UFRGS
 Foto: Elias Ferreira Lima
O prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves(PDT), resolveu fazer o dever de casa e ofertou uma área de 29,5 hectares, na localidade de São José da Linha Palmeira, para a instalação do Campus da UFRGS na Serra.

O anúncio foi feito ontem durante audiência com o Ministro da Educação, em Brasília. Estavam presentes, além do prefeito de Farroupilha, o vereador caxiense Rafael Bueno (PCdoB), os Deputados Federais Assis Melo (PCdoB), Manuela D'ávila (PCdoB), Alceu Moreira (PMDB) e Pepe Vargas (PT)  e a Coordenadora de Extensão do Ministério da Educação (MEC), Dra. Adriana Riggon.

O vereador comunista caxiense celebrou o anúncio. Tanto Claiton Fogaça, quanto Rafael Bueno,  reforçaram a necessidade da construção de um centro tecnológico, metalmecânico e agrícola no local. Lembraram também das futuras instalações do trem regional, que compreendem essa região, além do acesso fácil por outros meios, como de ônibus e carro.

A postura do prefeito de Farroupilha é elogiável pois sai do lugar comum das inúmeras audiências, infrutíferas, patrocinadas pela Comissão Especial da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul nos últimos 6 anos. Também começa a dar forma para uma proposta.

Até agora a única proposta de local para a instalação da UFRGS tinha sido uma barrigada dado pelo próprio Bueno ao indicar a utilização do Campus 8 sem antes falar com a UCS (veja aqui) . O mesmo Bueno disse que o prefeito Alceu (PDT) havia lhe dito que a prefeitura poderia ceder uma área de "10, 15, 20 hectares", embora até agora não tenha nem comentado sobre o assunto.

O ponto negativo é que o movimento alavancado por Caxias do Sul, pode render uma universidade federal para Farroupilha, isso poderia minar um pouco as pretensões eleitorais do vereador Bueno. Mostra também o pouco caso que a administração municipal dá a esses assuntos. Durante o governo Sartori (PMDB) Caxias quase perdeu o Instituto Federal de Educação (que tem ensino médio e superior).

Quem sabe agora vamos olhar para as instituições de ensino superior gratuitas que temos em Caxias. A UERGS e o IFET precisam do apoio da comunidade e do poder público para se consolidarem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com