sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Marrecas foi reinaugurado nesse sábado

Foram precisos 630 dias, depois da inauguração oficial, para que a água do Marrecas chegasse para alguém. Mas isso não em capacidade total. Para que o sistema funcione a pleno ainda serão necessários muitos investimentos.

Inicialmente somente os bairros Jardim das Hortênsias, São Cristóvão, São Ciro, São Ciro II, De Lazzer, Sagrada Família, Presidente Vargas, Mariland, Século XX e Serrano serão beneficiados. Não será nem 20% da capacidade plena. Para o sistema todo funcionar e abastecer a Zona Norte de Caxias do Sul serão necessários mais 3 anos de obras e um investimento de R$ 26 milhões (R$ 23 milhões já liberados do governo federal e R$ 3 milhões do município).

Se os alarmistas do governo Sartori não tivessem mentido, em 2012, e Caxias estivesse às vésperas de um racionamento de água, mesmo com o Marrecas pronto boa parte da cidade teria sofrido com interrupções no abastecimento e que perdurariam até 2017!

Isso demonstra que Caxias ainda tem uma capacidade de armazenagem, tratamento e distribuição de água por mais muitos anos e que a obra poderia ter sido melhor pensada para que ele causasse bem menos impacto ambiental.

É sempre bom lembrar que pelo menos 6 mil araucárias foram cortadas para a formação do lago e, infelizmente, a maior parte delas apodreceu (ou foi roubada) antes de ser comercializada (veja aqui).

O Polenta News publicou, ao todo, 38 matérias sobre assunto (todas podem ser conferidas aqui). Temos certeza que fizemos um trabalho sério levantando questionando o que não estava sendo explicado claramente. A maioria das perguntas ficou sem explicação. Diferente dos veículos de comunicação da cidade tentamos buscar a notícia e não a propaganda. Vamos ver como se darão o desenrolar dos fatos agora que o sistema, finalmente, estará em funcionamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com