quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Após prometer oposição incansável, Aécio se mantém distante do Congresso

Após promover um show, ao ser recebido por correligionários em sua volta ao Senado e dizer na tribuna que seria uma "oposição incansável" ao governo federal, o ex-candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) cansou.

Das 11 sessões em plenário, do Senado, Aécio só compareceu a 5. Faltou mais da metade. Isso sem contar o trabalho nas comissão representativas, que ele também está ausente. O levantamento foi feito analisando o Diário do Senado e o registro de presença da casa. Segundo a assessoria de imprensa do tucano, ele tirou esta semana para descansar.

E a semana não foi tranquila no parlamento. Esteve em discussão no Senado o projeto que modifica o teto do superavit primário, as novas denuncias da Lava Jato, a prisão de empreiteiros, convocação de depoentes para CPI, além de outros temas que foram pauta de votação. 

Ao ser questionado pelo Broadcast Político se cogitava fazer parte da nova CPI da Petrobrás que a oposição pretende instalar no ano que vem, Aécio indicou que vai manter uma atuação mais nos bastidores do que no dia a dia do Congresso. "Eu acho que o meu papel não é ficar lá sentado na CPI o dia inteiro, mas cobrar que ela apresente resultados", reconheceu.

Ao que parece, longe dos holofotes, a vida de ausência do trabalho irá continuar com a mesma rotina dos primeiros quatro anos de mandato, ou seja, com pouca assiduidade.

Com informações do Jornal Estado de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com