quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Briga no PTdoB gaúcho passa a ser estadual. Todos contra Sarapio

O presidente estadual do Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) é velho conhecido nosso. Natalino Sarapio foi Cargo de Confiança (CC) da prefeitura de Caxias do Sul, durante o governo Sartori (PMDB) e se notabilizou pelo uso de dinheiro público para a confecção de material partidário.

Nas suas idas e vindas ele alçou o posto de presidente estadual do partido. Na direção estadual Sarapio também se notabilizou em gerar confusão. Aliado de primeira hora de Sartori (quando o candidato do PMDB tinha 4% das intenções de votos), o PTdoB espera receber um belo quinhão na divisão de cargos do governo.

Fontes, muito bem informadas, falam em cerca de 190 CCs, em vários escalões do governo. Com pouco mais de 3800 filiados no estado ficaria até difícil completar a lista toda. Mas mesmo com tantas benesses vindouras os problemas não acabam.

Em Caxias do Sul há uma guerra declarada. Marcelo Bufon, eleito presidente municipal da legenda na mesma época que Sarapio foi eleito presidente estadual, foi destituído do cargo, por telefone, por Sarapio. Em seu lugar seria empossado Leo Brito.

O real motivo da destituição, segundo Bufon, seriam as eleições de 2014. Sarapio concorreu a deputado federal e fez 3539 votos. Bufon concorreu a estadual e obteve 621 votos.

Durante a campanha o Polenta News recebeu uma denúncia, de um designer de Pelotas, que teria trabalhado na produção de peças publicitárias para Sarapio, e outros candidatos do PTdoB, e não teria recebido. Ele conta que cobrou pelo trabalho três parcelas de R$ 2.500,00, que seriam pagas em julho, agosto e setembro. "Ele marcou por várias vezes para efetuar o pagamento mas não realizou. Primeiro era dia 1º, depois dia 10, depois dia 15 e até hoje [30 de setembro] nada. Cobrei ele e ele mandou eu procurar meus direitos", falou indignado em uma mensagem que recebemos pelo Facebook.

Na prestação de contas, apresentada por Sarapio e divulgada pelo TSE, o candidato afirmou ter gasto R$ 7.640,38. Não aparece nenhuma despesa de produção de material gráfico, nem mesmo impressão de panfletos, adesivos, faixas, cavaletes, ou assemelhados. Para a justiça eleitoral Sarapio fez campanha no boca a boca.

Na denúncia do designer que foi, aparentemente logrado, ele nos manda um print screen (foto da tela) de uma fan page do candidato (foto abaixo).



Dentro do PTdoB, estaria neste momento ocorrendo uma movimentação visando tirar Sarapio da jogada, da presidência, e quem sabe, conforme os mais exaltados, do próprio partido. Ainda nesta semana, pode ser que tenhamos alguma novidade.

Com informações do Blog Direto de Viamão

Um comentário:

  1. baita salafra mentiroso, usou o partio em too estado enganando as criaturas de bom gosto..aqui ele nao pia mais

    ResponderExcluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com