Má vontade do Governo Municipal deixa moradores do interior sem sinal de celular

A partir de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da CPI da Telefonia feito entre as empresas
de telefonia e o Ministério Público Estadual, ficou definido que a empresa Vivo deveria colocar antenas de celular em diversas localidades do interior.

A Vivo pediu autorização da Prefeitura Municipal de Caxias do Sul, ainda em 2013, para instalar uma antena em Criúva, distrito mais distante do centro de Caxias. Na época, o prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT) disse que a administração municipal estava à disposição da operadora para agilizar a instalação da nova torre.

Como todos podem imaginar, é comum que na área rural da cidade e em locais muito distantes, os moradores fiquem sem acesso ao celular, devido a falta de sinal.

Uma das cláusulas do TAC permite que a substituição da antena de determinada localidade por qualquer outra se a empresa tiver dificuldades no licenciamento.

A Prefeitura de Caxias do Sul indeferiu o pedido de instalação da antena e após o pedido de reconsideração da operadora, o processo ficou parado. Assim, a Vivo optará por instalar uma antena em outra localidade, possivelmente fora de Caxias. 

Assim, por inércia e má-vontade da Prefeitura, os moradores de Criúva ficarão ainda muito tempo sem sinal de celular.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados