terça-feira, 18 de novembro de 2014

Má vontade do Governo Municipal deixa moradores do interior sem sinal de celular

A partir de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) da CPI da Telefonia feito entre as empresas
de telefonia e o Ministério Público Estadual, ficou definido que a empresa Vivo deveria colocar antenas de celular em diversas localidades do interior.

A Vivo pediu autorização da Prefeitura Municipal de Caxias do Sul, ainda em 2013, para instalar uma antena em Criúva, distrito mais distante do centro de Caxias. Na época, o prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT) disse que a administração municipal estava à disposição da operadora para agilizar a instalação da nova torre.

Como todos podem imaginar, é comum que na área rural da cidade e em locais muito distantes, os moradores fiquem sem acesso ao celular, devido a falta de sinal.

Uma das cláusulas do TAC permite que a substituição da antena de determinada localidade por qualquer outra se a empresa tiver dificuldades no licenciamento.

A Prefeitura de Caxias do Sul indeferiu o pedido de instalação da antena e após o pedido de reconsideração da operadora, o processo ficou parado. Assim, a Vivo optará por instalar uma antena em outra localidade, possivelmente fora de Caxias. 

Assim, por inércia e má-vontade da Prefeitura, os moradores de Criúva ficarão ainda muito tempo sem sinal de celular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com