sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Desnível na rua dos outros é refresco

O vereador Mauro Pereira (PMDB) em mais um momento para atrair os holofotes, foi para a Rota do Sol com uma régua na mão para medir os desníveis entre a pista e o acostamento nas obras de recuperação da rodovia. Sem se preocupar se a obra está acabada, ou não, ele disparou que os desníveis podem fazer carretas tombarem!

Não sabemos se carretas podem tombar com o desnível da pista com o acostamento, nem sabemos se a obra está pronta ou não. O Jornal Pioneiro que publicou a nota na coluna do Márcio Serafini, tão pouco tentou verificar o argumento.

Longe de querermos defender uma obra, se ela estiver equivocada, caminhando pelas ruas da cidade não é difícil encontrar situações semelhantes. Na foto temos um exemplo. Na rua Mateo Gianella o asfalto cedeu deixando verdadeiras crateras que se repetem próximas às paradas de ônibus. Essa situação não é igualmente perigosa?

E esse é só um exemplo. A grande reclamação da população é por conta da falta de manutenção nos bairros da cidade. O Samae abre buraco e não fecha. Quando a secretaria de obras fecha um buraco faz errado e tranca as galerias de esgoto, e por aí vai.

Problemas de manutenção nos bairros não viram notícia porque estão em regiões periféricas, mas a degradação da estrutura viária, por falta de conservação é tão grande que logo, logo o problema chegará no centro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com