quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Mulheres em Caxias também protestam contra Bolsonaro

As ruas da cidade amanheceram nesta quarta-feira repletas de cartazes de repúdio às declarações do machista Deputado Jair Bolsonaro (PP).

As mulheres caxienses também protestaram contra os vereadores que votaram contrário à moção de repúdio a Bolsonaro proposta na Câmara de Vereadores.

A ação também teve como alvo o futuro Governador Sartori que já anunciou que vai fechar a Secretaria de Mulheres. Veja abaixo um artigo da Marcha Mundial de Mulheres.


Por todo Brasil, mulheres denunciam o deputado Jair Bolsonaro



Nós da Marcha Mundial das Mulheres de todo o Brasil, realizamos na noite de ontem, 15, intervenções urbanas e ações em todo o país como forma de repúdio ao deputado Jair Bolsonaro (PP – RJ). Através da colagem de cartazes, decoramos as cidades de São Paulo (SP), São Bernardo do Campo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE) e Salvador (BA) com nossa indignação para exigir a imediata cassação do mandado do parlamentar.


Manifestamos ainda nossa solidariedade à deputada Maria do Rosário (PT – RS), que na semana passada foi ameaçada de estupro pelo deputado Bolsonaro durante discurso do parlamentar, na tribuna da Câmara Federal. Repudiamos os atos de misoginia, machismo e violência contra as mulheres nos espaços públicos para que as violências que também acontecem no espaço privado venham a público e sejam combatidas como crimes que são.


Mérito significa que determinada pessoa seja digna de algo. Estupro não é questão de merecimento. Estupro não é questão de ironia. É questão de poder e opressão. É questão de violência! E é crime!


Cinquenta mil mulheres são estupradas por ano no Brasil. Ao falar que não estupraria uma deputada porque ela não merece, porque não faz seu tipo ou é ‘feia’ o deputado Jair Bolsonaro faz apologia direta ao estupro e à violência contra a mulher no Congresso Nacional e extrapola os limites da liberdade de expressão para cair na esfera criminal. Estupro é crime hediondo!


Esse posicionamento declarado do deputado nos mostra o quão impune e sem nenhuma preocupação é a expressão da possibilidade de cometer um crime hediondo como o estupro. E isso não pode continuar assim! O Congresso Nacional não deve ter em seus membros pessoas com esse tipo de visão e comportamento. O papel do Legislativo deve ser justamente de propor políticas que combatam a violência e por isso é inadmissível ser conivente e cúmplice dessa violência cruel.


Nós da Marcha Mundial das Mulheres vamos continuar denunciando e repudiando as barbaridades deste deputado até que ele esteja fora da Câmara e da vida das mulheres.


#ForaBolsonaro
#EstuproÉCrime
#MachistaForadaPolítica

2 comentários:

  1. No meu entender, criminoso não foi o que o Deputado Bolsonaro fez. Ao contrário, foi o que fizeram os que representaram contra ele. Por isso mesmo EU representei contra os que representaram contra Bolsonaro na Procuradoria-Geral da República (sob o nº MPF 20140073976) Quem quiser pode baixar a íntegra desta representação em: https://www.academia.edu/attachments/36052585/download_file?st=MTQyMDA0ODY4MCwxODkuMTIyLjEwMy4xNTEsMTM0MjkyMTU%3D&s=swp-toolbar.

    Estou também numa campanha para impetrar milhares de habeas corpus em favor do Deputado pelas acusações que reputo caluniosas que foram feitas contra ele. Quem quiser participar, entre em https://www.academia.edu/attachments/36101740/download_file?st=MTQyMDA0ODc2MCwxODkuMTIyLjEwMy4xNTEsMTM0MjkyMTU%3D&s=swp-toolbar .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A frase proferida por Bolsonaro para a deputada Maria do Rosário não deixa dúvida "Você não merece ser estuprada". Isso significa que existem mulheres que merecem ser estupradas. Nenhuma mulher merece ser estuprada! E estupro é crime. Só isso, num Congresso sério, numa sociedade séria já bastaria para que ele perdesse o mandato. Continuamos dizendo que a atitude de Bolsonaro foi criminosa. Mais do que criminosa. Seu discurso de ódio, acobertado pela impunidade, estimula pessoas a cumprirem o que para ele são só palavras.

      Mas sim, você tem direito, não sei bem por que está fazendo isso, de protocolar quaisquer processos que achar necessário. Isso, inclusive é garantido pelo nosso estado democrático de direito, conquistado a duras penas depois da ditadura militar. Esse direito, entretanto, não existia para as vítimas desse regime, que Bolsonaro tanto defende.

      Contraditório não.

      Excluir

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com