sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Em meio ao discurso de crise no estado, Sartori sanciona projeto que reajusta o seu salário, do vice, secretários e deputados

No início do governo Sartori (PMDB) há um esforço imenso para que o discurso de contenção de despesas e de crise financeira do estado seja uma verdade estabelecida. Porém a implantação do discurso tem atingido, como era de se esperar, somente os serviços que atingem a maior parte da população.

Nessa sexta-feira o governador publicou no Diário Oficial do estado as leis que reajustaram os salários do governador, vice, secretários de Estado e deputados estaduais. Além disso também tiveram reajustes os promotores e os defensores públicos.

Os reajustes foram propostos pela mesa diretora da Assembleia Legislativa, e aprovados no final do ano passado. Mesmo que Sartori diga que foi outro poder que aprovou o reajuste sua base de apoio o fez sem nenhuma restrição do futuro mandatário.

A sanção era certa, mas não deixa de ser extremamente contraditória. O Polenta News já demonstrou que o secretariado de Sartori, com menos secretários, está custando mais caro, para os cofres públicos, que o secretariado de Tarso. Sartori ainda alega que não completará todos os CCs disponíveis mas, por enquanto, isso é apenas discurso, pois não há nenhuma determinação oficial para isso.

Por enquanto o que está valendo, mesmo, é o corte de despesas para a contração dos 650 policiais civis e 2 mil policiais militares; o não pagamento dos restos a pagar do governo anterior (que irá acarretar em 20 mil demissões segundo o sindicato patronal do setor de serviços, o mais atingido) e os recursos para a saúde que virão a conta gotas.

Para o topo da pirâmide salarial veio uma grande benesse.

Um comentário:

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com