quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Facebook habilita função para denunciar boatos e notícias falsas

O Facebook habilitou uma nova função que permite que os usuários marquem postagens como falsas ou boatos. Postagens com notícias de morte de celebridades, epidemias inexistentes, campanhas de arrecadação falsas e outras notícias podem agora ser marcados como tal.

À medida que muitas pessoas marcarem um post como falso, comentarem desmentindo a informação ou mesmo excluírem posts enganosos, estes vão aparecer com menos frequência no feed de notícias e, eventualmente, um aviso alertará que diversos usuários relataram que a publicação não é verdadeira. A partir dessas denúncias, os chamados “hoaxes” (fraudes, em inglês) terão menos alcance no news feed da rede social.

Segundo o Facebook, hoaxes são uma forma de spam que inclui os chamados scams (clique aqui para ganhar um brinde, por exemplo), ou notícias deliberadamente falsas ou enganosas. Ainda de acordo com o site, quando um usuário clicar para ocultar um post, também verá a opção de relatar o conteúdo como "notícia falsa".

O Polenta News fez um passo a passo para que você possa aprender a denunciar um conteúdo falso. Veja abaixo:

1 - Quando aparecer uma postagem que é falsa ou enganosa, clique no sinal que fica no canto direito. Abrirá uma lista e você irá selecionar "Eu não gostei desta publicação"


 2 - A seguir uma lista de opções irá abrir. Selecione "Acredito que não deveria estar no Facebook"


3 - Na tela seguinte selecione "É uma notícia falsa".


Ao clicar em Continuar você poderá escolher se quer ocultar o conteúdo ou informar a pessoa que a postagem é falsa.

Com a ajuda de todos é possível deixar o Facebook um lugar bem mais agradável.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com