sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Inflação fica abaixo do teto da meta em 2014

Apesar de todos as "previsões" de economistas divulgadas pela imprensa, os famosos urubólogos, a inflação oficial ficou abaixo do teto de 6,5%. O índice, medido pelo IPCA ficou em 6,41%.

Em 2013, a inflação oficial havia ficado em 5,91%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas no mês de dezembro, os produtos e serviços tiveram uma alta de preços média de 0,78%.

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse que a inflação de 2014, apesar de todos os desafios, ficou dentro da meta. “A inflação do IPCA em 2014 foi 6,41%, abaixo do máximo de 6,5%, o teto. Agora, em janeiro, realmente a inflação deve ser um pouco mais alta do que em alguns meses do ano passado. Em parte, porque janeiro e fevereiro são meses em que, todo ano, há mais reajustes, como de escola, IPTU, ônibus etc”.

Para os urubólogos sobrou errarem mais uma vez. Miriam Leitão a mais famosa "colunista de economia" do Brasil já coleciona 12 "erros" em sua previsão. Todos os anos ela afirma que o Brasil entrará em crise e a inflação está descontrolada.

Em julho desse ano chegou a afirmar que a Copa do Mundo iria atrapalhar a economia. O que se viu foi justamente o contrário. Quem apostou contra a Copa, perdeu. Quem apostou na volta da inflação, perdeu também.

Tirando alguns tucanos extremistas o caos nos preços não é visto por mais ninguém, com um bom grau de inteligência. Excetuando-se o setor do transporte público de passageiros. Com os preços das tarifas represados há dois anos, em alguns casos, e sem uma profunda mudança no modelo de negócios e concessões os novos valores das passagens de ônibus estão sendo bastante elevados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com