Sartori e a incrível arte de não dizer nada

Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini
Sartori (PMDB) participou da reunião-almoço da CIC. Diferente dos últimos quatro anos a entidade basicamente não reclamou de nada. Para os empresários, eleitores e financiadores de Sartori, o Rio Grande do Sul está uma maravilha. O presidente da CIC, Carlos Heinen, fez um pronunciamento falando da competência política e gestão administrativa. O presidente da CIC consegue enxergar algo que mais nenhum gaúcho vê: um governo que começou bem.

Mas nem o clima familiar fez com que o governador Sartori se empolgasse e falasse como pretende governar o estado. Nas perguntas, poucas inclusive, as respostas eram sobre outros assuntos, quase uma situação esquizofrênica.

Duas passagens captadas pela colunista do Pioneiro Rosilene Pozza demonstram bem isso:
Ao ser perguntado sobre os procedimentos que uma empresa deve ter para se instalar no interior, Sartori respondeu: "Ninguém vai me tirar a alegria. Contei umas oito piadas a amigos ontem (terça)"!
Perguta: "Você está feliz no cargo?"

Resposta de Sartori: "Não descarto criar um organismo para cuidar dos presídios. Estamos avaliando."

Nosso estado está sendo governado por uma pessoa que não consegue responder uma pergunta com começo, meio e fim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mauro Pereira, fiel escudeiro de Eduardo Cunha na Câmara de Deputados

É um absurdo: Lasier Martins arranjou emprego para a namorada na Assembleia Legislativa

TV Caxias terá bens leiloados