sexta-feira, 24 de abril de 2015

Sem rumo Governo Sartori dá mais um calote

Foto: Karine Viana/Palácio Piratini
Em entrevista coletiva hoje (24) de manhã no Palácio Piratini, o governador José Ivo Sartori (PMDB) decidiu atrasar o pagamento da dívida mensal do estado com a União, no mês de abril. Segundo o governador a atitude seria para poder pagar a folha de pagamento em dia.

Mais de 100 dias depois de iniciado o governo, Sartori já deu calote nos fornecedores, nos hospitais filantrôpicos, cortou a contratação de 2500 policiais militares, civis e bombeiros e cortou em 40% as horas extras, inclusive as da Brigada, que fez sumir o policiamento das ruas.

Depois de fazer uma "caravana" pelo estado para explicar a situação financeira do executivo o governo não apresentou nenhuma medida concreta para enfrentar a crise, que foi o principal tema de debates da campanha. Até agora a única medida é o calote.

Em maio o drama continuará, e até ficará pior, pois passará a valer um reajuste salarial concedido à policia civil.

O calote da divida com a União, herdada no governo Britto (PMDB) pode gerar mais problemas para o estado do que soluções. Com a condição de inadimplente o governo federal fica proibido de fazer os repasses constitucionais ao estado, sob pena de responsabilização pelo Tribunal de Contas.

Sartori tenta afirmar que não é calote é adiamento do pagamento. "Não estamos suspendendo nem cancelando o pagamento de dívida e muito menos declarando moratório. Será única e exclusivamente neste mês", anunciou o governador.

Questionado se ele já havia informado a União sobre o atraso, já que Sartori esteve reunido com o Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, ontem (23), o governador continuo seguindo seus estilo lacônico: "Tem coisas que a gente não fala publicamente tudo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com