sábado, 10 de outubro de 2015

Líderes da oposição pedem afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara

Líderes dos partidos de oposição na Câmara: PSDB, Solidariedade, PSB, DEM, PPS pedem, por meio de uma nota, que o presidente da Casa se afaste do cargo "para exercer seu direito de ampla defesa". A oposição está abandonando o "barco" de Eduardo Cunha com medo que as inúmeras denuncias contra ele prejudiquem os requerimentos dos processos de impeachment que estão para ser analisados. Também é verdade que os partidos de oposição estão sendo duramente cobrados por seu discurso seletivo no combate a corrupção. Além de Cunha, outros membros da oposição etão sendo investigados pelo STF, como por exemplo o líder do DEM, Agripino Maia. Em caso de afastamento de Cunha quem assume é o vice presidente Waldir Maranhão (PP/MA), também denunciado pela Lava Jato. Com isso a possibilidade de uma nova eleição para presidente da Câmara começa a aparece no horizonte. Já Eduardo Cunha disse que não sai de jeito nenhum da presidência e ainda acusou o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, de "vazar" dados que deviam estar em sigilo, como as contas secretas atribuídas a Cunha na Suíça. A esperança de salvação de Cunha era conseguir colocar o impeachment da presidenta Dilma em curso até que sua situação ficasse mais estável. Parece que não deu tempo suficente para isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somos responsáveis, mesmo que indiretamente, pelo conteúdo dos comentários. Portanto textos que contenham ofensas, palavrões ou acusações (sem o fornecimento de provas) serão removidos. Se quiser falar algo que necessite de anonimato use o email polentanews@gmail.com